Retrocesso na Educação : presidente do GGB repudia aprovação de Plano Estadual de Educação

Comportamento, Social
5 de maio de 2016
por Genilson Coutinho

O  Grupo Gay da Bahia (GGB) repudiou a aprovação do Plano Estadual de Educação (PEE), votado na tarde desta quarta-feira (4) na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). As palavras gênero e diversidade sexual foram substituídas pela palavra respeito à diversidade no novo PEE após o Deputado Pastor Sargento Isidório solicitar, por meio de emenda, a retirada dos termos do artigo e a inclusão do ensino do criacionismo.

Segundo nota  divulgada pela instituição , a aprovação do texto sem as palavras representa “um grande retrocesso, uma verdadeira pá de cal na tão sonhada educação inclusiva”. O grupo também diz que “o conservadorismo do parlamento baiano pois fim em uma caminhada que tinha como finalidade poder levar esse debate para as escolas” e que “o Grupo Gay da Bahia (GGB) repudia este ato dos deputados, justificado apenas pela ignorância e obscurantismo

Cinco artigos do projeto que falavam sobre o ensino de gênero e diversidade sexual foram substituídos do texto original pelo termo “respeito à diversidade”. Por conta da mudança dos termos, 11 deputados votaram os artigos em separado, registrando desacordo com a modificação do texto original. Votaram contrários às mudanças os deputados Fabíola Mansur, Marcelino Galo, Fabricio Falcão, Gika, Marcell Moraes, Fátima Nunes, Bobô, Luíza Maia, Maril Del Carmen, Neuza Cadore e Zó.

Durante a votação, grupos religiosos e representantes dos movimentos nego, LGBT e de mulheres protestaram na plenária. Por conta das manifestações, o presidente da Alba, deputado Marcelo Nilo, suspendeu a sessão plenária por 10 minutos.

Após a aprovação do texto, representantes de grupos evangélicos liderados pelo Deputado Pastor Sargento Isidório (PDT), que propôs emenda ao Plano sugerindo o ensino do criacionismo nas escolas e a proibição do debate sobre gênero e diversidade sexual, fizeram provocações aos demais movimentos. Por conta disso, houve confusão e uma porta de vidro chegou a ser quebrada. Duas pessoas ficaram feridas.