Relação de pais e filhos gays é capa do Jornal de Brasília

Sem categoria
8 de março de 2014
por Genilson Coutinho

A discussão sobre a manifestação da homossexualidade desde a infância e o papel dos pais diante de filhos sobre a questão foi parar na capa do Jornal de Brasília da sexta-feira, 07.

Luiza Habibe, fundadora do grupo Famílias Saindo do Armário, que após digerir a ideia do filho, Fernando, ser gay e decidir que “era necessário” proteger o rapaz, conta situações lastimáveis que já presenciou por pessoas que procuraram ajuda.

“Já atendi mãe que quebrou o braço da filha quando descobriu que ela era lésbica. Outra colocou a filha no canil e o cachorro no quarto da filha’, conta Luiza, à reportagem. “Tudo isso é prova de que precisamos trabalhar para superar essa etapa cruel’.

Fernando se emociona ao lembrar da violência que o menino Alex, de 8 anos, sofreu do próprio pai que o agrediu até matá-lo há duas semanas, no Rio de Janeiro. “Fico até descompensado. Nem acredito que a humanidade pode chegar a esse ponto”.

O gerente de conteúdo digital João Geraldo Netto, de 31 anos, revela que ele mesmo pediu à mãe para visitar o psicólogo quando começou a não entender o que sentia na adolescência. Hoje, são tão amigos que a mãe entrará com ele na cerimônia de casamento com seu namorado daqui a um mês e meio.

Do Paroutudo