Música

No Circuito

“Qualquer pessoa que aceite fazer parte desse governo está jogando sua biografia no lixo”, diz Zelia Duncan em entrevista

Genilson Coutinho,
09/06/2020 | 16h06

“Qualquer pessoa que aceite fazer parte desse governo está jogando sua biografia no lixo”, declara Zélia Duncan sobre o atual governo. Acostumada a “dar a cara à tapa”, a artista sentou para uma conversa transparente com o canal Papo de Música, comandado pela jornalista Fabiane Pereira. Estreando a série de entrevistas gravadas à distância pelo canal – para seguir as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) -, a cantora e compositora falou sobre as intersecções entre a sua atuação musical e postura política, além de ter ressaltado a falta de posicionamento de alguns artistas. Os vídeos que tem postados em suas redes sociais também virou tema do Papo de Música (assista aqui).

Se o encontro entre música e temas politizados é um tópico sensível para muitos, Zélia Duncan não apenas se posiciona, como faz suas inquietações sociais transmutarem em música. Uma das suas grandes inspirações nesse quesito é Rita Lee. “A Rita tem muita influência sobre mim e ela sempre foi feminista. Quando me convidou para fazer a parceria em “Pagú” (2001), ela me subverteu, porque a letra é dela, né? E eu sempre fiz as letras”, comenta. “Eu sou muito grata por esse momento, foi pra colocar a palavra na minha boca. A gente tem medo de falar achando que vai perder alguma coisa. Hoje, eu tenho certeza que você só perde o que não era seu”, destaca.

A música não é o único instrumento utilizado pela cantora para expressar a sua visão de mundo. Em seu perfil do Instagram, a artista criou a série de vídeos #ZóioNoZóio, que se deu depois de ter viralizado com o registro da leitura que fez de um poema de autoria própria. “Fui vendo que era legal, que eu me comunicava com as pessoas, aí eu tomei gosto”, diz. Antes, ela acreditava não lidar bem com a internet. A espontaneidade, contudo, foi a grande propulsora da das postagens feitas por Zélia, e seguem a mesma linha das suas escolhas musicais: “É um pouco pelo motivo pelo qual eu faço música, eu faço porque me indigna ou me encanta, me chama atenção”, finaliza.

Sobre o canal Papo de Música

O Papo de Música é um dos raros espaços no YouTube que tem a música como protagonista. Comandado pela jornalista Fabiane Pereira e dirigido pelo videomaker Vitor Souza Lima, o canal traz, semanalmente (toda terça-feira, ao meio-dia), uma entrevista inédita com algum cantor ou cantora. Com um tom íntimo e pessoal, o Papo de Música não se restringe a nenhum nicho musical e diversidade é uma das suas principais características. Em um ano e meio de existência, o canal lista mais de 70 entrevistas. Passaram por ele nomes como Erasmo Carlos, Criolo, Adriana Calcanhotto, Pabllo Vittar, Daniela Mercury, Djonga, Xande de Pilares, Tuyo e Duda Beat.