Programação celebra Mês da Consciência Negra no Pelourinho

Música, No Circuito
14 de novembro de 2019
por Genilson Coutinho

Com o objetivo de promover e fomentar os debates e manifestações culturais no mês da consciência negra, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), realiza em novembro, no Pelourinho, o evento Cultura Negra em Foco. A programação é composta por exposições de artes plásticas e bibliográfica, exibição de documentário e apresentação musical.

A programação contará com a Exposição Mimó – Ancestralidade em Foco. A mostra acontecerá no Foyer Lina Bo Bardi, na sede do CCPI, no Pelourinho, aberta na última segunda-feira (11), e que permanece até 29 de novembro. Há mais ou menos cinco anos, o artesão Babá Geri vem trabalhando na montagem da primeira exposição, intitulada de “MIMÓ”, que significa “sagrado”. O acervo consiste em 16 peças de palha da costa, búzios e argila, trazendo ao mesmo tempo o sentido religioso e artístico. A exposição propõe o intercâmbio com pessoas de vários locais do mundo para que possam a refletir sobre a cultura negra no Brasil, vinda de África, fazendo assim com que a beleza da arte sobreponha o preconceito.

O projeto da “MIMÓ – Ancestralidade em Foco”, além de expor peças de palha e argila, é motivo de alegria e realização para o artesão. Babá Geri é inscrito e reconhecido como artesão no PAB/SICAB e conta com o apoio do Ilê Axé Oju Onirê na produção das peças. Já a idealização do formato delas, é de responsabilidade do artista. A visitação é aberta ao público de segunda a sexta-feira, 9h-12h e 14h-17h.

A Comunidade do Alto do Tororó, localizada em São Tomé de Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, é a personagem principal do documentário “MOCAMBO AKOMABU”, Comunidade tradicional Urbana, pesqueira, extrativa e de terreiro. O documentário mescla depoimentos de lideranças comunitárias do Alto do Tororó e de atores políticos das lutas por igualdade racial, com cenas de animação e imagens e imagens de cobertura que trazem as particularidades destas comunidades Quilombola.  O Documentário foi produzido através da parceria do Coletivo de Assessoria Cirandas, Cambuí Produções e a Finisher Studio. As exibições podem ser agendadas de segunda a sexta-feira no número (71) 3103-3365. Classificação: Livre.  Duração: 26 min.

Durante todo o mês de novembro, acontece também no Forte de Santo Antônio Além do Carmo/Forte da Capoeira, no bairro do Santo Antônio, uma exposição bibliográfica que incentiva a difusão de conhecimento sobre a temática acerca da consciência negra. A exposição agrupa fontes disponíveis no acervo da Biblioteca Luiz Gama que permitem ampliar a discussão e o fomento à cultura negra no Brasil. Os visitantes podem conferir de segunda a sexta, das 9h às 12h e de 13h às 17h.

No dia 19 de novembro, Gabi Guedes faz um show especial no Largo Tereza Batista, às 20h, com o seu projeto Pradarrum. Um dos músicos mais talentosos da Bahia, Gabi já foi convidados para tocar com grandes nomes da música baiana e percorreu o mundo com sua arte, destacando-se como mestre da percussão afro. A entrada é gratuita.

Ainda dentro do projeto Cultura Negra em Foco, em parceria com o Coletivo Navegue no Bem, será realizado no dia 23, no salão multiuso Bira Reis, na sede do CCPI, um Escambo de Livros, que contará com rodas de conversa sobre autores negros, cultura baiana e literatura.  Estarão presentes para o bate papo o Professor Dr. Gildeci de Oliveira Leite; a Professora Filismina Fernandes Saraiva; o gestor do Forte da Capoeira, Professor Jaime Nascimento; Deko Lipe, Nathalya Cavalcanti, Rebeca Victória. A primeira roda  de conversa, com o tema autores negros e a cultura baiana na literatura, será de 10h a 12h. O escambo ocorrerá pela tarde de 12h a 15h, seguida pela  segunda roda de conversa que ocorrerá de 15h a 17h.

Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) é responsável pela execução, proteção e promoção das políticas públicas de valorização e fortalecimento das manifestações populares e de identidade, orientadas de acordo com o pensamento contemporâneo da Unesco e do Ministério da Cultura. Seu campo de atuação contempla a cultura do sertão, de matrizes africanas, ciganas e indígenas, LGBTQ+, infância e idosos. Coordena a programação artística dos largos do Pelourinho e suas grandes festas populares.

 Programação

Exposição MIMÓ – Ancestralidade em Foco

Artista: Babá Geri

Abertura da exposição: 11 de novembro, 15h

Descrição: 16 peças confeccionadas em palha, búzios e argila com inspiração na liturgia afro brasileira.

Período: 11 a 29 de Novembro – Segunda a Sexta: 9-12h e 14-17h

Local: Foyer Lina Bo Bardi –  Casa 12, CCPI

 Exibição do Documentário Mocambo Akomabu – A cultura do Quilombo não pode morrer

Período: 05 a 29 de Novembro – Segunda a Sexta: 9-12h e 14-17h – Sob agendamento no  telefone: 3103-3365

Local: Sala de audiovisual –  Casa 12, CCPI

  Exposição Bibliográfica

Período: 05 a 29 de Novembro – Segunda a sexta – 9h – 12h e de 13-17h

Local: Biblioteca – Luiz Gama – Forte de Santo Antonio Além do Carmo/Forte da Capoeira

Gabi Guedes & Pradarrum

Quando: 19 de novembro, 20h

Local: Largo Tereza Batista

Gratuito

Roda de conversa sobre autores negros

Quando: 23 de novembro, 10h a 12h

Local: Salão Multiuso Bira Reis, Casa 12 – CCPI, Largo do Pelourinho

Escambo de livros Navegue no Bem

Quando: 23 de novembro, 12h a 15h

Local: Salão Multiuso Bira Reis, Casa 12 – CCPI, Largo do Pelourinho

Roda de conversa sobre cultura baiana e literatura

Quando: 23 de novembro, 15h a 17h

Local: Salão Multiuso Bira Reis, Casa 12 – CCPI, Largo do Pelourinho