Produção baiana sobre adolescentes gays tem estréia prevista para novembro de 2013

Sem categoria
11 de setembro de 2013
por Genilson Coutinho

Filme baiano destinado especialmente à juventude; a produção mostra o conflito pessoal de um adolescente com sua identidade em formação. Trata-se de uma comédia romântica cujo personagem principal sofre preconceito, abusos e violência física na escola, ao passo que não consegue se comunicar com os pais ou amigos. Em determinado momento ele é abordado por sua consciência que lhe mostra o outro lado da situação, deixando claro que uma tomada de posição e conscientização da própria identidade mudará as coisas radicalmente.

E se meus pais soubessem? – o filme é livremente inspirado em peça de teatro homônima e aborda temas atuais e comuns aos adolescentes em escolas e no ambiente familiar e em seu cotidiano; é dirigido aos pais, professores e alunos e estimula o senso crítico e a compreensão de temas polêmicos, como a homofobia e o bullyng. Unindo realismo e ludicidade, o filme desperta, sobretudo, o respeito às diferenças. “O roteiro convida o espectador a uma reflexão sobre a diversidade sexual e, principalmente, é um alerta contra os preconceitos e estereótipos criados em nossa sociedade”, diz o diretor Uarlen Becker. “É uma produção independente, com equipe inteiramente baiana; o filme não segue uma linguagem linear, segue a estrutura de sonho/pesadelo, se passa mesmo no inconsciente do personagem principal”, completa.

 

 

FICHA TÉCNICA

 

Livremente inspirado no texto homônimo de Geverton Lima, Gésner Braga e Uarlen Becker

Roteiro e direção: Uarlen Becker

Elenco: Gleidson Figueredo, Aleff Bernardes, Fernanda Avelar, Lello Vasques, Sonale Fonseca, Moisés Rocha, Vinicius Costa, Uarlen Becker, Angel Marques, Clara Factum, Rodrigo Márcio, Taís Azevedo, Maria Iris, Uillian Lins, Luedji Luna e Luís Xisto Dias.

Assistente de direção: Adilson Passos

Imagens e fotografia: Fernando Araújo

Edição/Edição de som: Wallace Ramos

Som direto: Hélio Júnior

Figurinos e maquiagem: Liz Novais

Produção executiva: Uarlen Becker e Natan Ferreira

Direção de produção: Uarlen Becker

Realização: Grupusina e Mó Rata & Artaud Filmes