Primavera SOLAR – Programação de Setembro do Cine Teatro Solar Boa Vista

No Circuito, Teatro
7 de setembro de 2014
por Genilson Coutinho

FOTO MOMENTO DO RISO CIA SOLIDÁRIO DE BROTAS

Durante o mês da primavera o Cine Teatro Solar Boa Vista montou uma programação repleta de coisa boa! Com muita arte e cultura a primavera do SOLAR chegou com muita atração, diversidade e gostos para todos os públicos.
Em setembro, mês destinado as atividades culturais relacionadas à inclusão social de pessoas com deficiência, nosso destaque é para a ação “Casulo Caymmi – A Poética dos Sentidos” do projetoPerspectivas em Movimento. Após palestras sobre o cantor e poeta Dorival Caymmi, mais estudos das suas canções, os participantes do projeto improvisaram e o processo resultou em um lindo espetáculo. Os diretores do espetáculo são: Walter Rozadilla (teatro), Demian Reis (palhaço), Ana Luíza Reis e Edu. O. (dança). A apresentação acontece às 10h, com entrada gratuita, no dia 28 de setembro.
Abrindo a programação teremos no dia 02 de setembro o Circuito Popular de Cinema e Vídeo (CPCV). Em parceria com a III Bienal de Artes da Bahia, o Circuito exibe neste mês de setembro, em todas asterças-feiras, às 19h30, a mostra Cinema Yemanjá. Desde maio, quando começou a Bienal, o “Cinema Yemanjá retrata o nordeste e valoriza cineclubes da Bahia em diversos espaços da cidade e do interior. A mostra reúne filmes nacionais e internacionais divididos pelos temas propostos pelo projeto curatorial do evento.
A mostra começa no dia 02 de setembro, com a exibição do longa metragem. “Além do infinito Azul (2006), de Wener Herzog, feito em uma parceria entre Alemanha, Áustria, França e Grã-Bretanha. Dia09 é a vez de Barakat (2006) dirigido por Djamila Sahraoui, vencedor dos prêmios Melhor Música, Melhor Primeiro Filme e Melhor Roteiro no FESPACO 2007.
Na semana seguinte, dia 16, Jom (1981), parceria entre França e Senegal do diretor Ababacar Makharam, leva beleza e reflexão ao espectador. No dia 23, o SOLAR embarca em “A Viagem Extraordinária” (2011). No dia 30 é a vez do enigmático “O ano passado a Marienbad” (1961), de Alain Resnais. No total serão 5 terças-feiras com diferentes filmes em cada uma delas.
Seguindo a programação no dia 03 de setembro, às 20h, receberemos o Ensaio Aberto do espetáculo “Memórias do Subsolo”, na sala principal do SOLAR. Com acesso gratuito o espetáculo é livremente inspirado na obra homônima de Dostoievski. Foi idealizado a principio como encerramento das atividades de aulas de Teatro Físico oferecidas pelo professor Maciej Rozalski no curso profissionalizante da escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia. Após o curso os envolvidos resolveram intensificar a prática sobre as técnicas desenvolvidas por Grotowski, associando a dinâmicas de movimento estabelecidas pela dança. No momento o trabalho tem se apoiado em princípios de impulso psicofísico, ritmo do movimento/respiração e giros, sendo que a pesquisa pela cena parte de improvisos, os quais observam sobretudo os padrões de movimentos. Questões como o individualismo, a dificuldade de se comunicar com o outro, a relação de poder entre masculino e feminino são latentes e permeiam toda a dramaturgia.
Dando continuidade a programação no dia 06 de setembro, a partir das 14h, o projeto Mediação Cultural realiza mais uma tarde de encontro e fará a exibição do filme documentário “Tarja Branca”, dirigido por Cacau Rhoden. O documentário traz a reflexão sobre o ato de brincar. Mas o que esse ato tão primordial pode revelar sobre nós, seres humanos, e sobre o mundo em que vivemos? Por meio de reflexões de adultos de gerações, origens e profissões diferentes, a obra discorre com pluralidade sobre o conceito de “espírito lúdico”, tão fundamental à natureza humana, e sobre como o homem contemporâneo se relaciona com esse espírito tão essencial.
E a parceria entre o Cinema Petrobras em Movimento e o SOLAR continua. No dia 09 de setembro, terça-feira, às 10h, teremos a exibição do filme Colegas, do diretor Marcelo Galvão. O filme conta a história de Stallone (Ariel Goldenberg), Aninha (Rita Pook) e Márcio (Breno Viola) que eram grandes amigos e viviam juntos em um instituto para portadores da síndrome de Down, ao lado de vários outros colegas. Um belo dia, surge a ideia de sair dali para realizar o sonho individual de cada um e inspirados pelos inúmeros filmes que já tinham assistido na videoteca local, eles roubam o carro do jardineiro (Lima Duarte) e fogem de lá. Classificação indicativa 10 anos. Entrada gratuita. O Cinema Petrobras em Movimento, que está em sua 15ª edição, é um projeto de democratização do acesso ao cinema nacional, patrocinado pelo Sistema Petrobras, o maior circuito de exibição não comercial da América Latina.
Ainda nesse mesmo dia teremos a apresentação do espetáculoMomento do Riso, às 19h, no foyer do SOLAR. O espetáculo se passa em um sanatório psiquiátrico em que os pacientes encontram um texto teatral de um dos médicos, que nas horas vagas gosta de fazer teatro. Os pacientes montam uma peça a partir do texto do médico sem ele perceber. Em uma mistura de encenações, atrapalhadas e acertos, os internos expressão através das artes cênicas os motivos de sua internação. O espetáculo mostra especificamente as loucuras que cometemos no dia-a-dia, provando na verdade que os verdadeiros “loucos” estão vivendo fora do hospício, sendo os mesmo se recusando a ter alta, repreensivos em voltar a viver junto com a sociedade. A peça é uma realização da Cia de Teatro Solidário de Brotas que fará uma segunda apresentação no dia 23 de setembro, no mesmo horário. Ingressos R$2 e R$1 (meia).
Invadindo o Parque Solar Boa Vista e o palco do SOLAR o“Movimento Cultural Música na Laje”, realizado a sete anos no bairro de Cosme de Farias, vai agitar as tardes de sábado do mês de setembro, nos dias 13 e 27, sob o comando do grupo Preto Sábio. Idealizado por Kiko , baterista do grupo, o movimento cultural promove desde 2007 eventos de arte e entretenimento em Cosme de Farias tendo como principais objetivos o fortalecimento de diversas linguagens artísticas em diálogo com comunidade local.
A programação do evento “Música na Laje” contará com discotecagem do DJ Dabeat, projeção do Coletivo Cutucar e inclui também a “Feira Livre”, realizada na área externa do SOLAR, composta por instalação interativa do Projeto Itinerante Próxima Parada, brechós, oficinas de turbantes entre outras ações. O Movimento terá inicio às 08h com a “Oficina de Musicalização Encontros Sonoros”, na sala de ensaio do SOLAR e às 15h oferecendo acesso a “Feira Livre” e discotecagem, ambas com acesso gratuito. Das 16 às 20h o grupo Preto Sábio assumirá a cena com sua sonoridade cheia de elementos rítmicos, influências tradicionais do país, da música cubana, africana e baiana. O show do grupo também contará com a participação de convidados especiais. Ingressos para o show R$10 e R$5 (meia).
A Secretaria Estadual de Educação através da sua Diretoria Regional da Educação – Direc 1B, apresenta nos ambientes do SOLAR a culminância dos Projetos Estruturantes da Área Cultural 2014. Os projetos apresentados são: Tempos de Arte Literária (TAL), Artes Visuais Estudantis (AVE), Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), Educação Patrimonial e Artística (EPA) e Produção de Vídeos Estudantis (PROVE). A mostra final dos resultados dos projetos irá acontecer no dia 16 de setembro, das 09h às 18h. O acesso do evento será somente para o público convidado, como estudantes do 6º ao 3º ano, professores articuladores dos projetos e convidadxs.
A Cia Axé do XVIII apresenta o espetáculo “A comida de Nzinga”, contemplada no edital setorial de teatro da Funceb em 2013. O projeto irá circular por quatro espaços culturais da capital baiana e em setembro, nos dias 18, 19 e 20, às 19h, aterriza no SOLAR com quatro apresentações. O texto foi escrito especialmente para a Cia. Axé do XVIII e teve grande repercussão quando estreou no ano de 2006 em Salvador. A peça fala da rainha Nzinga de Matamba (1582-1663), atual região da República de Angola. Diplomata quando necessário, estrategista militar e uma exímia guerreira, Nzinga governou o reino de Ndango e Mbundus por quase quatro décadas, lutando contra tudo e todos na defesa do seu povo. O texto é de Aninha Franco e Marcos Dias, concepção e direção Rita Assemany. Após as apresentações haverá um “diálogo coletivo” (bate-papo) sobre o espetáculo junto aos atores e direção (Companhia Axé e Rita Assemany). Ingressos a R$10 e R$5 (meia-entrada).
Além das apresentações será realizado um workshop de teatro que ocorrerá no dia 20 de setembro também no SOLAR. A atividade terá duração de três horas e entrada gratuita.
E esse será o mês de setembro no SOLAR! Desloque-se do centro e venha para o SOLAR!
Serviço:
O que: Programação Setembro SOLAR – Cultura Popular
Onde: Cine Teatro Solar Boa Vista, Eng. Velho de Brotas, Parque Solar Boa Vista
Quando: de 02 a 30 de setembro
Consultar classificação
Quanto: gratuito e a preços populares