Preso bandido que roubava e matava homossexuais no Rio

Sem categoria
27 de dezembro de 2012
por Genilson Coutinho


A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira (27/12), o integrante de uma quadrilha que roubava e matava homossexuais. Robson Luiz Castelo Branco Cardoso, de 31 anos, foi preso em casa, no bairro Colégio, no Subúrbio do Rio. No imóvel, foram encontrados documentos, drogas e munição.
Segundo o delegado da 32ª DP (Taquara), Antonio Ricardo, responsável pelo caso, as investigações começaram após o desaparecimento do professor Carlos Roberto Costa, de 70 anos, em Madureira, também Subúrbio. A vítima marcou um encontro por um site de bate-papo na internet e sumiu. A polícia constatou que o carro usado pela vítima continou a rodar pela cidade.
“Essa quadrilha tem como hábito marcar encontros pela internet, principalmente, com homossexuais. As vítimas são roubadas e mortas. O corpo de Carlos Roberto não foi encontrado. Por isso, o preso será indiciado por latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver”, explicou o delegado.
A polícia espera que, com a prisão do criminoso, outras vítimas formalizem queixa contra ele. Agentes da 32ª DP fazem buscas, nesta quinta-feira, à procura de outros integrantes da quadrilha: uma mulher e dois homens.
Para o delegado Antonio Ricardo, a quadrilha fez pelo menos mais uma vítima: um homem, também homossexual, que, após marcar um encontro pela internet, foi assaltado e levado, amarrado e amordaçado, para a favela do Muquiço, em Guadalupe, no Subúrbio. A vítima só foi salva porque traficantes da comunidade estranharam a movimentação e atiraram contra os integrantes da quadrilha. Com informações do G1