Presidente do GGB é ouvido pela polícia

Sem categoria
2 de maio de 2013
por Genilson Coutinho


O presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira, foi ouvido pela Corregedoria da Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira, 2, sobre a denúncia feita à polícia contra a delegada Simone Moutinho, responsável pelas investigações do assassinato do universitário Itamar Ferreira Souza, 25 anos, no último dia 13 de abril.
Durante seu depoimento Marcelo Cerqueira denunciou a delegada por ter emitido “conclusões precipitadas” sobre a morte de Itamar, que teriam ferido a dignidade da vítima e inflamado a dor dos familiares. Simone Moutinho, titular da 3ª Delegacia de Homicídios segundo a denuncia do GGB, havia afirmado que o jovem morto foi atraído para o local do crime, na praça do Campo Grande motivado pelo desejo que faria sexo grupal com três moradores de rua, principais suspeitos do crime.”A delegada foi muito infeliz em suas declarações e a divulgação ampla das mesmas constitui uma nódoa à honra do estudante assassinado, sua família e da vítima sobrevivente ao ataque”, revelou o militante.