“Prefiro ter um filho gay do que um filho marginal”, diz Valesca Popozuda

Sem categoria
2 de outubro de 2011
por Genilson Coutinho

Raquel Pacheco resolveu falar sobre homossexuais na madrugada deste domingo (02). Escutada por Marlon e Valesca Popozuda, ela enalteceu qualidades comuns aos gays em sua opinião. “Gay é ideal. Ele tem a lealdade masculina com a sensibilidade de uma mulher”. A ex-garota de programa também lamentou a falta de um participante homossexual nesta edição do reality.

Em seguida, os peões passaram a falar de preconceito e Marlon questionou Valesca sobre o que ela faria caso seu filho, de 12 anos, fosse gay. Sem titubear, a funkeira respondeu que aceitaria e entenderia a opção sexual. “Claro que eu vou aceitar. Prefiro ter um filho gay do que um filho marginal”, declarou. Com informações do UOL.

Foto: Reprodução