PRECISA DIZER?

Sem categoria
25 de abril de 2011
por Genilson Coutinho


O primeiro que disse é uma boa comédia-drama italiana de situações. Situações que podem ter acontecido (ou estão acontecendo) com muitos gays. Os questionamentos dos heteros, as dúvidas, principalmente da família… Tenho certeza que muitos se identificarão com pelo menos uma passagem do filme.

O filme conta a história de Tomasso (Riccardo Scamarcio) que é de uma família tradicionalíssima do sul da Itália. Tomasso finge estudar economia em Roma e, na verdade, ele quer mesmo ser um romancista; ele tem duas vidas: a inventada para a família e a sua vida real. Em Roma, ele namora um cara e volta à sua cidade para ter uma reunião em família, contar toda essa farsa e assumir sua homossexualidade durante um jantar; só que antes ele decide contar tudo a seu irmão Antonio (Alessandro Preziosi).

Com tudo programado e uma coragem desbravadora, Tomasso pede o silêncio de todos no jantar e é interrompido por seu irmão que assume ser gay e sua relação com um antigo funcionário da fábrica de massas da família. Antonio, o irmão de Tomasso, também não agüentava mais manter a farsa durante toda a sua vida e foi o ‘o primeiro que disse’ deixando toda a sua família chocada. O patriarca Vincenzo (Ennio Fantastichini) o expulsa de casa e logo tem um enfarte, deixando Tomasso numa completa enrascada. Para piorar, como seu irmão era o diretor da empresa e foi expulso de casa, Tomasso tem que assumir os negócios sem ter nenhuma vocação e vontade para isso.

Dessa grande confusão inesperada, surgem os diálogos e discussões sobre a homossexualidade; tudo de forma leve, mas sem deixar de criticar a sociedade e os valores familiares. O contraponto realmente cômico é quando os amigos gays e o namorado de Tomasso resolvem fazer uma visitinha sem avisá-lo; é o momento ‘gaiola das loucas’. Cheios de trejeitos, eles ficam na casa de Tomasso tendo que ‘disfarçar’ a homossexualidade, deixando o espectador ainda mais curioso pra saber como ele se livrará desse babado.

O diretor é o turco Ferzan Ozpetek – gay assumido – que trata o assunto de forma super inteligente e delicada. Conheci o diretor com este filme e já li que ele já fez outros com a temática gay como Haman/O Banho Turco e Um amor Quase Perfeito. Esses outros eu postarei aqui assim que vê-los. Fiquei curioso.

Veja o trailer de O primeiro que disse: http://youtu.be/3r8WWu9d_PM

 

George Araújo – Colunista de Cinema

 

Publicitário, Blogueiro, twitteiro e cinéfilo de plantão. Trabalha na área de criação gráfica e com mídias sociais e é idealizador do BlogayrosCamp.