Pré-estréia de três filmes na Semana do Audiovisual Baiano Contemporâneo

Cinema, No Circuito
25 de setembro de 2014
por Genilson Coutinho

REVOADA_still 733

Entre os cerca de 100 filmes que entram em cartaz na Semana do Audiovisual Baiano Contemporâneo, de 26 a 28 de setembro (sexta a domingo), destaque para o lançamento, na sala Walter da Silveira, de três filmes produzidos na Bahia: “Revoada”, de José Umberto, na sexta, dia 26, às 19h, “Rito de Passagem”, de Chico Liberato, no sábado, dia 27, às 19h, e “João e Vandinha”, de Aurélio Grimaldi, no domingo, às 18h.

“Revoada”, de José Umberto Dias, conta a luta dos cangaceiros após a morte do líder Lampião. Um grupo de oito homens e duas mulheres, revoltado com o trágico acontecimento, decide partir para uma vingança alucinada. O dilema é se entregar ao governo ou lutar. A fuga da polícia é caracterizada pela tensão, amizade, resistência, violência, sonhos, amor e medo da morte. O filme é fruto das pesquisas realizada pelo cineasta sobre o cangaço nos últimos vinte anos. No elenco, estão nomes como Jackson Costa, Analu Tavares, Aldri Anunciação, Gil Tavares e Nelito Reis. Exibição no dia 26 (sexta), às 19h, na sala Walter da Silveira.

“Rito de Passagem”, de Chico Liberato, conta as aventuras de dois personagens típicos do sertão nordestino, o Santo e o Guerreiro, que se encontram após a morte na barca de Caronte. Símbolos de justiça e liberdade, eles desafiam o mundo com sua luta pela afirmação do seu povo. O filme mantém a tradição do artista em retratar a cultura popular em filmes de animação. Este é segundo longa de animação do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, mantendo o estúdio Liberato com um dos pioneiros deste gênero no país. Exibição no dia 27 (sábado), às 19h, na sala Walter da Silveira.

“João e Vandinha”, de Aurélio Grimaldi, narra a história de amor entre dois jovens do subúrbio de Salvador e de sua turma no bairro onde vivem. Gravidez precoce, drogas, sexo, baladas e outras aventuras marcam a vida do jovem casal e de uma geração de jovens do subúrbio expostos aos riscos de uma sociedade frágil e desatenta com os problemas que marcam essa etapa vulnerável da vida. Esta é a primeira co-produção entre o Brasil e a Itália, com uma produtora baiana envolvida no empreendimento. No elenco estão os atores baianos Luís Miranda e Paulo Sérgio e a atriz italiana Lina Sastri. Exibição no dia 28 (domingo), às 18h, na sala Walter da Silveira.

Vale registrar que, além desses lançamentos, cerca de 100 filmes produzidos na Bahia entram em cartaz de 26 a 28 (quinta, sexta e sábado), com exibição em diversos horários, nas salas Walter da Silveira e Alexandre Robatto (Barris), além das salas do Circuito Saladearte: Cinema do Museu (Museu Geológico/Corredor da Vitória) e Cine Vivo (Paseo/Itaigara). Os ingressos terão preços populares: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). Acompanhe a programação, com os horários dos filmes no site www.cultura.ba.gov.br e no blogsemanadoaudiovisualbaiano.wordpress.com

A Semana do Audiovisual Baiano Contemporâneo é uma realização das secretarias estaduais de Cultura e de Comunicação/ Irdeb e da Regional Bahia e Sergipe do Ministério da Cultura, com apoio de várias instituições parceiras.