Post de garoto gay gera comoção coletiva no Facebook

Notícias
7 de julho de 2015
por Genilson Coutinho

criança2

Alguns temas que até pouco tempo eram tabus para a sociedade entraram definitivamente na categoria de pautas a serem discutidas na pós-modernidade. Um dos carros-chefes desses debates contemporâneos é a superação do preconceito, tanto racial quanto o homofóbico.

Tivemos dois belos exemplos disso na última sexta-feira (03), quando Brasil e Estados Unidos protagonizaram uma comoção coletiva nas redes sociais. Enquanto brasileiros se uniram para denunciar os ataques racistas direcionados à jornalista Maria Júlia Coutinho. um post da página “Humans of New York” recebeu quase 60 mil comentários. O motivo? Na publicação, um menino com aproximadamente 10 anos descreve sua preocupação com o futuro pelo fato de ser gay.

“I’m homosexual and I’m afraid about what my future will be and that people won’t like me.”

Posted by Humans of New York on Sexta, 3 de julho de 2015

O post chegou a ser deletado pela moderação do Facebook que, depois do criador da página, Brandon Stanton, denunciar o acontecido, foi colocado novamente no ar. A rede social de Mark Zuckerberg, que sempre se mostrou a favor da causa LGBT, não se pronunciou sobre o acontecido.

Mesmo depois do contratempo, a publicação continuou sendo repercutida e ganhando comentários até de Hillary Clinton, pré-candidata à corrida presidencial americana, que publicou uma mensagem de apoio de seu próprio punho (pode-se concluir devido ao H no fim de seu comentário).

hillary

Outra que deixou sua mensagem de amor foi Ellen DeGeneres, apresentadora americana assumidamente homossexual.

Capture-ellen

Mas como afirmou o próprio Humans Of New York, as melhores respostas vieram de pessoas comuns. Entre elas pais, mães e profissionais, gays ou não, que mandaram mensagens de amor e incentivos com afirmações de um futuro mnaravilhoso ao garoto.

facebook