Pornochanchada é tema de oficina gratuita do VIII Panorama Internacional Coisa de Cinema

Sem categoria
25 de setembro de 2012
por Genilson Coutinho


Tema homenageado da 8ª edição do Panorama Internacional Coisa de Cinema, a pornochanchada também será abordada na oficina gratuita ministrada pelo jornalista, crítico e cineclubista Adolfo Gomes. “Gostoso de ver: uma revisão da pornochanchada brasileira” trará uma análise da evolução do gênero no Brasil e sua contribuição para a afirmação de uma identidade nacional no cinema, traçando paralelo com o chamado “cinema explotation” em desenvolvimento na Europa e EUA nas décadas de 1970 e 1980.
Restrita a maiores de 18 anos, a oficina acontece entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro, das 9h às 13h, no Espaço Unibanco de Cinema – Glauber Rocha. O tema será trabalhado por meio da exibição de trechos de filmes, documentários e curtas-metragens, contextualizando a cena cinematográfica brasileira do período, o exílio temático e físico dos cinemanovistas, a reação do cinema marginal e os pontos de contato e de tensão entre essas gerações.
Adolfo Gomes destaca que “apesar do caráter autodidata e intuitivo da maioria dos realizadores de pornochanchadas, emergiram desse ambiente alguns cineastas de perfil mais autoral, como Jean Garret e Ody Fraga”. Ele acrescenta que o gênero ofereceu a jovens com sólida formação cinéfila e acadêmica a oportunidade de iniciar a prática cinematográfica, caso de Inácio Araújo, Carlos Reichenbach, Luiz Sérgio Person, João Silvério Trevisan, João Batista de Andrade, entre outros.
Os interessados em participar devem enviar currículo e carta de intenção para o e-mailoficinas.panoramacoisadecinema@gmail.com, colocando o nome da oficina no assunto da mensagem. Quarenta vagas serão oferecidas e as inscrições devem ser feitas até o dia 19 de outubro.

VIII Panorama

Mais de 60 filmes, entre longas e curtas-metragens, serão exibidos em Salvador e Cachoeira durante o VIII Panorama Internacional Coisa de Cinema, que acontece entre os dias 25 de outubro e 1º de novembro. Produções de diferentes partes do mundo fazem parte da programação que será exibida no Espaço Unibanco de Cinema – Glauber Rocha, na Sala Walter da Silveira e no Auditório da Universidade Federal do Recôncavo.

Com patrocínio da Petrobras, por meio da Lei Rouanet, o Panorama mantém a tradição de debater a realização cinematográfica, promovendo discussões sobre diversos temas com realizadores, atores, pesquisadores e críticos. Os filmes brasileiros exibidos concorrem nas mostras de longas-metragens, curtas e na competição de melhor curta baiano.

A 8ª edição do Panorama conta ainda com apoio da Secretaria de Cultura, por meio do Fundo de Cultura da Bahia; do Irdeb; da Diretoria de Audiovisual da Funceb (Dimas); do Centro de Artes Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo (UFRB) e do Cineclube Mário Gusmão (CAHL/UFRB).