POR QUE MALAFAIA NÃO PODE SER CIDADÃO SOTEROPOLITANO

Sem categoria
24 de setembro de 2012
por Fábio Rocha


Luiz Mott

Professor Titular de Antropologia, UFBa e Cidadão de Salvador, da Bahia, de Sergipe e Piauí

De acordo com o Regimento Interno da Câmara Municipal, “o Título de Cidadão de Salvador é concedido a pessoas que tenham prestado relevantes serviços ao município.” Ao propor tal honraria ao Pastor Silas Malafaia, do Congresso Pentecostal Fogo para o Brasil e dono de um jatinho de  24 milhões de reais comprado às custas do televangelismo, o vereador evangélico Heber Santana alegou: “Malafaia tem sido porta-voz de um modelo de sociedade que respeita a família e a vida. Em 2009, ele organizou aqui o evento Vida Vitoriosa que levou a Palavra a várias pessoas”. Antes reuniu num luxuoso hotel, líderes políticos que ajoelhados receberam sua benção, entre eles, o prefeito João Henrique e o Senador Walter Pinheiro.

Eis algumas opiniões dos próprios evangélicos sobre este vendilhão do templo: Pastor Rupert Teixeira, Igreja Batista Reformada: “Malafaia nunca nasceu de novo e não conhece Deus”; Pr.Caio Fábio, Associação Evangélica Brasileira: “Malafaia você quer ser coronel de Deus, mas é mentiroso, falastrão e  safado”; Renato Cavallera, Editor do Site Gospel+: “Malafaia pede dinheiro para as pessoas sustentarem seu programa dizendo que é para evangelização,  mas usa o espaço para fazer propaganda de seus produtos e ficar xingando os outros…”

Agora algumas pérolas deste mau cidadão carioca: Malafaia xingou de “idiotas, safados, bandidos e negos enrolados” aos pastores que criticaram sua teologia da prosperidade; chamou a um vereador de S. Luís de “bandido, vagabundo e idiota”, por negar-lhe a cidadania, sendo declarado “persona non grata”;  qualificou de “lixo moral” a aprovação do Superior  Tribunal Federal  da união estável homoafetiva; instigou a  “baixar o porrete  e entrar de pau” contra integrantes da Parada Gay; declarou que ia “fornicar, arrombar e arrebentar o presidente da Associação Brasileira LGBT. Está tudo no Google!

Você daria o título de cidadão de Salvador a quem nunca nos prestou “relevantes serviços” e só prega discriminação, xingando na TV a quem não concorda com sua “Palavra”?

Com tiranos não combinam soteropolitanos corações! Apoie a Petição Pública pela revogação imediata desta imerecida cidadania que ultraja nossa Salvador, cidade do Senhor do Bonfim e de Oxum.