Polímero sintético impede que HIV entre nas células

Sem categoria
17 de setembro de 2013
por Genilson Coutinho

Uma molécula sintética que imita a ligação do HIV às células do sistema imunológico pode ser a solução para impedir que o vírus da aids entre fisicamente no corpo humano.

Pesquisadores sintetizaram a molécula enorme – uma macromolécula – usando várias moléculas de açúcar, conhecidas como glicopolímeros.

Usando diferentes açúcares ligados à macromolécula, os cientistas foram capazes de averiguar quais moléculas de açúcar são as mais eficazes na inibição da ligação do HIV às células.

Eles então mediram como as macromoléculas competiam com o vírus para se ligar às células dendríticas do sistema imunológico, em diferentes concentrações.

“Estes resultados são preliminares, mas encorajadores, para potencialmente prevenir a disseminação do HIV por contato sexual,” disse o Dr. Remzi Becer, da Universidade Queen Mary de Londres.

“Nós demonstramos que nossa molécula sintética se liga à célula imunológica, o que por sua vez impede que o vírus se ligue e entre [na célula]. As macromoléculas projetadas precisamente podem ser o ingrediente de um creme para camisinhas ou gel vaginal para atuar como uma barreira física entre o vírus e o corpo.

“Embora isso não seja uma cura para o HIV, é uma nova abordagem que poderia desacelerar dramaticamente a propagação do HIV por contato sexual, e um modelo que pode ser replicado para o tratamento de outras doenças sexualmente transmissíveis,” concluiu o Dr. Becer.

Fonte: Diário da Saúde