Policial civil do Ceará lançará livro sobre a vida de travesti assassinada

Slider
11 de setembro de 2019
por Genilson Coutinho

A inspetora de Polícia Civil do Ceará, Vitória Holanda, lançará, em breve, em Salvador, na Bahia, o livro “O Casulo Dandara”. A obra é uma homenagem à travesti Dandara dos Santos, brutalmente assassinada no dia 15 de fevereiro de 2017, no bairro Bom Jardim, em Fortaleza. Além de amiga de infância, a policial civil liderou as investigação do caso após ter acesso ao vídeo que mostrava as agressões à vítima.

“O Casulo Dandara” contém 145 páginas e conta histórias da infância, adolescência, descoberta da sexualidade, aceitação, transexualidade e relacionamento de Dandara dos Santos com a família.

Além das histórias pessoais, o livro conta brevemente como foi a investigação do homicídio que chocou o Estado do Ceará e teve repercussão internacional.

“Retrato no livro a vida da minha amiga, tão querida e cheia de sonhos. Ninguém se torna policial e espera investigar o homicídio de alguém que você ama. Descobrir como aconteceu e quem foram os autores do homicídio foi uma das tarefas mais difíceis da minha carreira. A obra é um relato e um apelo por mais respeito, um direito de todos da comunidade LGBT”, disse Vitória Holanda.

O livro já foi lançado no Ceará, durante a VIII Bienal Internacional do Livro, e está disponível no portal da Editora Cene (https://www.editoracene.com.br/). Em Salvador, nas sedes da Livraria Cultura.

O CASO DANDARA
A travesti Dandara dos Santos foi espancada com socos, chutes e pauladas e atingida com dois tiros de arma de fogo e pedrada na cabeça. A ação foi gravada por celular e divulgada na internet. Todos os envolvidos no caso foram condenados e cumprem a pena em regime fechado.