Policia pede sigilo em depoimento de vereadora travesti de Piracicaba

Sem categoria
24 de outubro de 2012
por Genilson Coutinho


A vereadora eleita de Piracicaba (SP) Madalena (PSDB), travesti cujo nome de batismo é Luiz Antônio Leite, depôs nesta segunda-feira (22) sobre as ameaças que vem recebendo desde que ganhou a eleição. Madaelna compareceu à Delegacia de Investigações Gerais (DIG), onde recebeu orientações do delegado Luiz Pereira a não divulgar novas informações do caso, pois um dos assessores de Madalena também teria sido ameaçado e a autoridade teme perder a chance de flagrar o criminoso.
A vereadora havia registrado dois boletins de ocorrência em função das ameaças de que, caso assuma o cargo em 1º de janeiro, será assassinada. A vereadora revellou que pensou em desistir da posse, mas se convenceu de não abrir mão da cadeira na Câmara. A Polícia Civil já pediu, inclusive, o rastreamento das ligações à casa da política para tentar localizar o telefone de onde as chamadas se originaram. Na semana passada, um cabo eleitoral do PSDB disse a Madalena que um outro candidato do partido seria o responsável pelas ameaças de morte.Com informações do G1