Planeta dos Macacos – A guerra por Mário Edson

Cinema, No Circuito
6 de agosto de 2017
por Genilson Coutinho

Mário Edson

Algumas cenas da 3ª parte da trilogia iniciada em 2011 são de um impacto assustador… Num cenário inóspito macacos aprisionados ostentam frases pejorativas grafadas em capacetes e, como em genocídios outros, executam trabalho forçado sem água e comida…

O coronel (Woody Harrelson) almeja o fim dos macacos enquanto o líder dos símios,  César apenas quer espaço para sobreviver em paz… Partindo deste principio, o filme vai estabelecer um confronto feroz e bebe literalmente na fonte do original de 1968. Estão lá várias referencias, há inclusive uma personagem (a garotinha adotada pelos macacos) batizada de Nova, em uma clara alusão a personagem clássica do original, de carisma singular, mesmo sob o peso da máscara, interpretada pela Linda Harrison. A selvageria e a rivalidade sem trégua ditam o tom desta que é a parte mais próxima do modelo original. Tecnicamente superior as anteriores, a evolução dos efeitos com a  técnica de captura de movimentos faciais e corporais são de assombrar. A atuação do Andy Serkis (César) continua impecável e ganhou contornos mais emotivos com a evolução da técnica. Em meio ao clima tenso, sabiamente foi inserido no contexto o macaco Bad (com interpretação elogiável de Steve  Zahn) um tipo medroso e atrapalhado que dá um pouco de leveza a narrativa e assim como César conviveu com humanos num circo, antes do vírus o afetar. A ação de praticamente 90% da narrativa se dá num cenário praticamente monocromático, onde a paleta de cores explicita a situação caótica e soturna, sabiamente usada e diluída com o passar do tempo, chegando a ápice, ao final, de forma edificante e redentora, cujos detalhes  não me cabe comentar.

O filme da Minha Vida por Mário Edson

É um filme forte e questionador em suas sutilezas e sábios detalhes. Guardo algumas restrições com relação a trilha sonora que, ao contrário de outras grandes narrativas, não funciona a contento, oscilando entre momentos de raro valor e outros sem dizer a que veio ou até mesmo de pulsar questionável. Com pulso forte e direção primorosa Matt Reeves optando pela volta ao original dá um salto na carreira ( que já nos deu Deixe-me Entrar), participando da elaboração do roteiro, firmando-se para voos mais altos e adicionando reconhecido valor a uma trilogia que gerou muita expectativa.

Ficha Técnica:

O PLANETA DOS MACACOS – GUERRA

Data de lançamento 3 de agosto de 2017 (2h 20min)

Gênero: Ação

Direção: Matt Reeves

Roteiro: Mark Bomback, Matt Reeves

Elenco: Aleks Paunovic, Alessandro Juliani, Amiah Miller, Andy Serkis, Chad Rook, Gabriel Chavarria, James Pizzinato, Judy Greer, Karin Konoval, Max Lloyd-Jones, Mercedes de la Zerda, Michael Adamthwaite, Sara Canning, Steve Zahn, Terry Notary, Timothy Webber, Woody Harrelson

Produção: Amanda Silver, Dylan Clark, Peter Chernin, Rick Jaffa

Fotografia: Michael Seresin

Montador: William Hoy

Trilha Sonora: Michael Giacchino

Duração: 140 min.

Ano: 2017

Mário Edson é fotógrafo, produtor cultural e coordenador do grupo Amantes da Sétima Arte.  Publica pequenos textos e ensaios sobre cinema, arte e cultura em meio a ensaios fotográficos no blog: ateliecultural.blogspot.com.