Petra Belas artes: patrocínio da cerveja garante funcionamento de um dos mais importantes cinemas do país

Serviços
3 de maio de 2019
por Genilson Coutinho

André Sturm, diretor do cinema e Eliana Cassandre, Gerente de Propaganda do Grupo Petrópolis (Foto: divulgação)

Apoiar e investir em arte. A cerveja Petra Origem Puro Malte, recente lançamento do Grupo Petrópolis, firma um compromisso com a cultura e patrocina por cinco anos um dos mais importantes cinemas de São Paulo, que agora passa a chamar Petra Belas Artes.

 O patrocínio foi resultado direto da sensibilização da empresa em relação ao Belas Artes, um dos marcos do cinema de curadoria em São Paulo. “Acreditamos que todas as empresas deveriam ter discussões sobre espaços culturais em seus planejamentos. Espaços como o Belas Artes são responsáveis por construir cidadãos melhores”, comenta Eliana Cassandre, Gerente de Propaganda do Grupo Petrópolis.

 André Sturm, diretor do cinema, comemora a parceria: “É um contrato de cinco anos de valor bastante expressivo que vai garantir que o aluguel do cinema seja pago e que a gente possa manter a nossa autonomia e liberdade de programação”. Quanto ao que está por vir, Sturm adianta que “serão novidades a mais na programação, que acontecerão graças a segurança e a tranquilidade que essa parceria proporciona”.

 Assim como as outras marcas do Grupo Petrópolis, além de oferecer um produto de qualidade a seu consumidor, a Petra Origem tem como compromisso proporcionar experiências que possam acrescentar na vida das pessoas. E as atividades culturais, incluindo cinema, passam a integrar estas atividades.  A empresa também será a cerveja oficial do Shell Open Air (festival de cinema a céu aberto, que acontece no Rio e em São Paulo), entre outros.

 Para a tranquilidade dos inúmeros cinéfilos que aguardavam por um final feliz, Eliana completa dizendo que “não podemos deixar fechar as portas jamais desse espaço que é tão democrático e tão acessível. O Belas Artes é um ícone muito importante para São Paulo e para o Brasil e estamos muito contentes em fazer parte dessa história”. Longa vida ao Petra Belas Artes!

 SOBRE A PETRA ORIGEM – Lançada em outubro de 2018, a Petra Origem é uma cerveja puro malte, com receita original da Serra de Petrópolis, alto drinkability, composição equilibrada e baixo amargor. Uma puro malte que harmoniza com todos os momentos e compõe a família Petra, conhecida pelo uso de matérias primas selecionadas e respeito aos preceitos essenciais do processo produtivo da cerveja. A família Petra é parceira do Saber Beber, programa que incentiva o consumo consciente de álcool, reforçando que o ato de beber não é um problema, desde que seja feito de forma consciente e responsável. Saiba mais sobre a cerveja em www.cervejapetra.com.br e @cervejapetra

 SOBRE O PETRA BELAS ARTES – Este local se destina à exibição de filmes desde 1956. Como Cine Belas Artes foi inaugurado em julho de 1967 com o filme de abertura “Os Russos Estão Chegando”, programado pela Sociedade Amigos da Cinemateca.

 Em 1980 ganhou a divisão de seis salas, existente até hoje, batizadas cada uma com o nome de um artista brasileiro: Villa-Lobos, Candido Portinari, Oscar Niemeyer, Aleijadinho, Mario de Andrade e Carmen Miranda.

 Devido a sua programação alternativa, mesclando filmes de nacionalidades diversas e mantendo alguns filmes por longo período em cartaz, o Cine Belas Artes tornou-se um dos mais importantes pontos de encontro intelectual e artístico da cidade.

Em meados de 2002 o cinema quase foi fechado. André Sturm e a O2 Filmes assumiram o prédio, que passou por uma grande reforma em 2003, e foi inaugurado em 2004 com a exibição simultânea em todas as suas salas de “Do Outro Lado da Rua”, estrelado pelos mestres do cinema brasileiro Fernanda Montenegro e Raul Cortes.

 O cinema permaneceu com sua programação diferenciada, com uma média de 10 filmes em cartaz por semana, e uma variação de gêneros desde filmes de arte a clássicos antigos, passando por produções contemporâneas capazes de agradar ao público mais exigente e informado dos tempos atuais, até 2011, quando depois de muitas negociações o Cine Belas Artes teve suas portas fechadas.

Evento de lançamento

 Como consequência se iniciou na cidade de São Paulo um movimento pelo não fechamento do cinema – Contra o fechamento do Cine Belas Artes. Os mais diversos frequentadores do espaço, cinéfilos e cidadãos se uniram e somaram mais de 90 mil assinaturas, realizando a maior mobilização já ocorrida no Brasil em defesa de um patrimônio cultural. Porém não foi possível adiar o fechamento.

 Em 2013 o cinema teve sua fachada tombada pelo patrimônio histórico estadual, e em 2014, três anos após o fechamento, a Prefeitura de São Paulo e a Caixa Econômica Federal viabilizaram a reabertura do clássico cinema. Ainda em 2014, o cinema ganha como sócia a ASAS.BR.COM, um colaborativo internacional de inteligência criativa fundado pela cineasta Paula Trabulsi.

 Mais recentemente, em fevereiro de 2019, o cinema ficou novamente sem patrocinador. Após três meses de incertezas, o cinema, enfim, reconquistou a seguridade de continuar com as portas abertas graças ao patrocínio firmado com a cerveja Petra, do Grupo Petrópolis.