Pesquisador do PPGNEIM e CUS defenderá dissertação em terreiro de Candomblé

Comportamento, Social
22 de outubro de 2017
por Genilson Coutinho

Integrante do grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade (CUS), da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Claudenilson Dias defenderá sua dissertação de mestrado, realizada no Programa de Pós-graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Mulher, Gênero e Feminismos (PPGNEIM/FFCH/UFBA). O trabalho intitulado “Identidades trans* em Candomblés de Salvador: entre aceitações e rejeições” analisa as relações de gênero vivenciadas por pessoas trans* e será avaliado pela banca composta pela Profª Drª Janja Araújo – PPGNEIM (orientadora), pelo Profº Dr. Leandro Colling – IHAC/UFBA (coorientador), Profª Drª Lina Aras – PPGNEIM e Profª Drª Fran Demétrio – LABTrans/UFRB.
A dissertação será defendida no terreiro de Candomblé em que o pesquisador Claudenilson Dias é filho. O objetivo é levar para a comunidade uma discussão importante do ponto de vista social e político, coerente com a veia militante que o autor defende. “Compreendo que a relevância social do trabalho passa por dois aspectos: o de sensibilizar a comunidade-terreiro para o tema das transexualidades e assim retirar tabu do tema e promover a visibilização dos corpos trans* no Candomblé”, explica Claudenilson.
A defesa irá ocorrer às 14h do dia 26 de outubro de 2017, no Ile Ase Etomin Ewa, situado na rua Santa Luzia, n. 69, Pau Miúdo. A casa é regida pelo Babalorixá Regilton Ribeiro, que busca, no trabalho realizado por seu filho, compreender as questões ligadas às trans*identidades. Por tratar-se de um local sacralizado, solicita-se que as pessoas interessadas em acessar o espaço para assistir a defesa, e para as cerimônias públicas que vem acontecendo no local devido ao ciclo de celebrações religiosas, utilizem roupas adequadas a um espaço sagrado.