Pernambuco sedia Seminário Internacional Desfazendo Gênero

Comportamento, Social
12 de agosto de 2019
por Genilson Coutinho


Pernambuco foi escolhido o estado sede para receber a quarta edição do Seminário Internacional Desfazendo Gênero (IV Desfazendo Gênero), que acontece nos dias 13, 14 e 15 de novembro de 2019, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Recife/PE.
Nesta edição, o Seminário traz discussões entorno da temática “Corpos dissidentes, corpos resistentes: do caos à lama” com objetivo de reforçar o seu caráter político, em sentido amplo, de problematizar e recriar de forma permanente a produção de conhecimento sobre gênero, compreendendo que essa produção também é política e de que o ativismo também produz conhecimentos.
O evento debate problemas diversos que envolvem a relação do gênero e da sexualidade com a historicidade das práticas de violência contra pessoas que se enquadram em padrões normalizadores, com marcadores sociais importantes como raça/etnia e classe e com os limites do ativismo social.
Podem participar ativistas, estudantes de graduação e pós-graduação, pessoas trans, artistas, profissionais, professores de ensino superior, pesquisadores e demais interessados na temática do evento. A programação do evento contemplará atividades culturais, performances, palestras, simpósios temáticos, lançamento de livros, apresentações de trabalhos científicos e muito mais.
As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 28 de outubro de 2019, através do endereço eletrônico www.desfazendogenero.com.br tendo como data limite para submissão de trabalhos o dia 22 de agosto de 2019. Outras informações pelo telefone (83) 3322-3222.

SOBRE O SEMINÁRIO

O Seminário foi criado por pesquisadores e ativistas articulados pelo esforço de problematizar como a sexualidade, em interação com outros marcadores sociais da diferença, atua na tessitura dos processos sociais. O evento reafirma o compromisso em promover perspectivas que critiquem as normatizações, normalizações, naturalizações de binarismos sobre as diversidades e/ou dissidências sexuais e de gênero.