Pelo Zoom, casal gay adota adolescente que passou cinco anos sem lar definitivo

Slider
21 de maio de 2020
por Genilson Coutinho

A pandemia do novo coronavírus pode parar muita coisa – menos o amor. A prova disso é a história do casal Chad e Paul Beanblossom, de Pigeon Forge, Tennessee, que adotou por uma sessão de Zoom o adolescente Michael, 17, após o garoto passar cinco anos sem lar definitivo depois de perder a mãe. As informações são do Good Morning America (ABC).

A sessão teve de acontecer à distância por causa da pandemia – mas ela foi possível mesmo que nesse mesmo cenário, na presença de 80 pessoas, somando família, amigos e profissionais da área de adoção da Justiça americana.

Michael já havia morado com os Beanblossom em 2019, e ele próprio pediu ao casal que se tornasse filho deles.

Em postagem no Facebook, Chad afirmou que “não demorou” para a família ser ameaçada de morte após a novidade se tornar nacional. “Eles não vão ofuscar a história de Michael e nem o amor que temos por nosso filho!”, disse.

Chad e Paul são casados há cinco anos e têm filhos biológicos e netos.

Deixe seu comentário

Sem comentários, seja o primeiro.