Peça com temática gay ganha o Prêmio Braskem na categoria Melhor Espetáculo

Sem categoria
14 de abril de 2011
por Genilson Coutinho

A peça “Pólvora e poesia”, que narra o relacionamento apaixonado entre os poetas Rimbaud e Verlaine, levou o Prêmio Braskem na categoria Melhor Espetáculo de 2010. Seu diretor, Fernando Guerreiro, também levou para casa o prêmio de melhor diretor pelo mesmo espetáculo na cerimônia que aconteceu na noite de ontem (13), no Teatro Castro Alves em Salvador.

 

 

 

 

A entrega dos prêmios teve como tema os atores baianos no cinema e Wagner Moura como o grande homenageado da noite. “Esse é o melhor prêmio que recebi na minha vida”, declarou, emocionado, o ator. Durante a cerimônia, que teve a apresentação do ator e cantor Daniel Boaventura, imagens de personagens vividos pelos atores e atrizes baianos passeavam pelo telão do palco do TCA. Homenagens foram concedidas também a Wilson Mello e Haydil Linhares ( in Memorian).

 

 

O prêmio Braskem de Teatro é realizado há 17 anos e é conhecido como balizador do teatro baiano pois destaca anualmente as melhores produções em oito categorias: Espetáculo Adulto, Espetáculo Infanto-Juvenil, Direção, Ator, Atriz, Texto, Revelação e Categoria Especial. Os espetáculos indicados foram selecionados entre 50 peças que estiveram em cartaz no período de 15 de março a 20 de dezembro de 2010, em Salvador.

 

 

Os vencedores das categorias Espetáculo Adulto e Espetáculo Infanto-Juvenil receberam um prêmio no valor de R$ 30 mil, enquanto que os demais ganhadores serão contempladas com R$ 5 mil cada.

Conheça os ganhadores da noite:

Revelação: José Jackson (direção – Dois Perdidos numa Noite Suja)

Categoria Especial: Zebrinha (coreografia – Bença)

Texto: Paulo Henrique Alcântara (Partiste)

Espetáculo Infanto Juvenil: O Pássaro do Sol

Direção: Fernando Guerreiro (Pólvora e poesia)

Ator: Fábio Vidal (Sebastião)

Atriz: Andrea Elia (As Velhas)

Espetáculo Adulto: Pólvora e poesia

Foto: Genilson Coutinho