Paulo Gustavo grava DVD de “Minha Mãe é uma Peça” na Concha Acústica do (TCA)

No Circuito, Teatro
2 de maio de 2018
por Genilson Coutinho

O ator e humorista Paulo Gustavo traz a montagem de “Minha Mãe É Uma Peça” para Salvador. O monólogo será apresentado na Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), no dia 12 de maio, em sessão única.

A remontagem vem exatamente para brindar e comemorar a brilhante trajetória de Dona Hermínia, uma mulher madura, aposentada e sozinha, cuja maior ocupação é justamente ocupar o seu tempo, uma vez que seus filhos estão crescendo e não precisam mais de seus cuidados e broncas. É este o universo da personagem que, na falta de trabalho e romance, e entre uma conversa e outra com a tia idosa, a vizinha fofoqueira e a irmã confidente, ainda precisa manter a sua condição de mãe às voltas – e preocupada – com problemas dos filhos.

Para este espetáculo, Paulo Gustavo trouxe à tona a espantosa bagagem de suas experiências e observações domésticas, compondo com elas um espectro dos humores femininos, gestos, trejeitos, falas, atitudes, achaques e ataques, oferecendo uma minuciosa observação do cotidiano brasileiro que resultou numa comédia especialmente sensível e bastante divertida. O ator, ao adentrar nos meandros e melindres de Dona Hermínia e sua família, captados no texto, mas, sobretudo, nos jeitos e trejeitos dessa Mãe, quer falar de todas as famílias brasileiras. Ou seja, de forma divertidíssima, a peça fala de afeto, de laços familiares que superam “entreveros” e “confusões”.

TIME DE PESO – Nessa reedição, a direção continua com o talentosíssimo João Fonseca, premiado diretor de inúmeros sucessos do teatro brasileiro, parceiro já de longa data do ator em diversos trabalhos. A equipe conta ainda com o aclamado cenógrafo Zé Carratu, que imprimiu sua sofisticação à nova ambientação da peça, e a figurinista Reka Koves, que trouxe a contemporaneidade ao visual da personagem. A iluminação é de Marcos Olivio e a trilha sonora renovou-se na antiga e ultra bem sucedida parceria com Zé Ricardo.

O ator esteve em Salvador em abril de 2017, lotando o Teatro Castro Alves em todas as sessões do espetáculo “Online”. Fez questão de voltar agora com “Minha Mãe É Uma Peça”, comédia em que assina o texto e dá vida à fulgurante personagem Dona Hermínia, para mais uma vez eletrizar o público com a mais perfeita tradução da mãe que ele mesmo criou. A ideia é transcender mais uma vez os estereótipos e clichês, e com um olhar agudo, acessar de forma sensível o delicado e muito bem-humorado universo dessa mãe. O que pode faltar em “simpatia” a Dona Hermínia, sobra em graça. Bom para a plateia; a personagem é divertidíssima.

Texto e Interpretação: Paulo Gustavo

Direção: João Fonseca

Cenário: Zé Carratu

Figurinos: Reka Koves

Iluminação: Marcus Olivio

Trilha sonora: Zé Ricardo

Produção executiva: Diogo Canto

Direção de Produção: Claudio Tizo

Produção Local: Coletivo 4

SERVIÇO

Minha Mãe é uma Peça

Data e horário: Dia 12 de maio, às 19h30.

Local: Concha Acústica do Teatro Castro Alves – Praça Dois de Julho, s/n – Campo Grande.

Valores de ingressos: 130,00 (inteira) e R$ 65,00 (meia).

Vendas: Teatro Castro Alves (de segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 9h às 21h), SAC Shopping Barra (de segunda a sexta, das 10h às 17h; sábado, das 9h às 12h), SAC do Shopping Bela Vista (de segunda a sexta, das 10h às 17h; sábado, das 9h às 12h) e pelo site Ingresso Rápido: https://tinyurl.com/PauloG (3003-0595).

 

DESCONTOS:

 20% sobre a inteira, para clientes do programa Amigo Avianca (disponível apenas nas vendas presenciais, no SAC e bilheteria).

  • 40% sobre a inteira, para clientes Porto Seguro.

Atenção – A comprovação do benefício (carteirinha Amigo Avianca e/ou Porto Seguro) deverá ser apresentada no dia do evento, na entrada da Concha Acústica do TCA.

REGRAS PARA MEIA-ENTRADA:

  • Estudantes (Com Carteira de Identificação Estudantil).
  • Pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante, quando necessário.
  • Idosos e Terceira Idade (Cartão de Aposentado ou RG para maiores de 60 anos).