Pastor é confundido com ativista gay e retirado à força do palco em manifestação organizada por Malafaia

Sem categoria
7 de junho de 2013
por Genilson Coutinho


Confundido com militante do movimento LGBT, um pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular foi retirado à força do palco de uma manifestação organizada pelo pastor Silas Malafaia – supostamente “pela liberdade de expressão, liberdade religiosa e família tradicional” – na última quarta-feira (05), em frente ao Congresso Nacional, em Brasília.
Segundo o portal G1, o pastor foi expulso por estar carregando uma bandeira com as cores roxa, vermelha, amarela e azul, o que fez com que os seguranças do evento pensassem estar diante de uma bandeira do arco-íris, um dos símbolos do movimento LGBT.
O episódio foi comentado no Twitter pelo deputado federal e ativista gay Jean Wyllys, que questionou a ética cristã pregada no palco, diante da atitude dos seguranças. “Um repórter acabou de me contar que seguranças do evento confundiram jovens do Evangelho Quadrangular com ativistas do movimento LGBT…Os jovens do Evangelho Quadrangular foram estender sua bandeira no palco, e bandeira teria sido confundida com a do arco-íris…Os seguranças então agrediram violentamente os pobres cristãos do Evangelho Quadrangular com gravatas e pontapés, pensando que eram gays”, postou Jean.
Ele ainda foi além na crítica. “Agora vejam que “amor cristão” desses seguranças… Quanta “ética cristã!” #SQN Mas o que esperar depois das exortações no palco? A pergunta que não quer calar é: e se fossem gays realmente?”, completou o parlamentar.
A atitude dos seguranças foi classificada pela organização da manifestação como “mal entendido” e o pastor foi levado de volta ao palco após representantes da igreja esclarecerem que se tratava de um pastor e que a bandeira que ele portava era símbolo da congregação evangélica da qual faz parte.