Pastor diz que aids seria curada se gays fossem apedrejados até a morte

Comportamento, Social
4 de dezembro de 2014
por Genilson Coutinho

pastor

Um pastor do Estado norte-americano de Arizona tem uma receita muito fofa para acabar com a aids até o natal. Segundo ele, basta que os homossexuais sejam apedrejados até a morte para dar fim à doença.

Steven Anderson, pastor da Igreja Batista da Palavra de Fé da cidade de Tempe, citou o Leviticus 20:13 da Bíblia para vomitar sua homofobia.

“Vire-se para o Levítico 20:13 porque eu, na verdade, descobri a cura para a aids. Poderíamos ter um mundo livre da aids até o natal, se seguirmos isto”, disse.

E continou: “Se um homem se deitar com outro homem, como se deita com uma mulher, ambos praticaram uma coisa abominável: ‘eles devem ser condenados à morte. Será o seu sangue sobre eles”.

“E isso, meu amigo, é a cura para a aids. Estava ali mesmo na Bíblia o tempo todo … e eles estão gastando bilhões de dólares em pesquisa e testes”.

“É curável, bem ali. Porque se você executasse os viados como Deus recomenda, você não teria a aids correndo solta por aí”.Com informações do Paroutudo