Pastor denuncia homofobia em Conquista

Sem categoria
10 de janeiro de 2012
por Genilson Coutinho

A discriminação de um membro da Igreja Batista da Graça, em Vitória da Conquista, ganhou proporção estadual, e em nota divulgada na tarde dessa terça-feira (10), Fórum Baiano Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT), repudiou o fato e saiu em defesa do pastor Sérgio Emílio Meira Santos, que prestou queixa contra o que considera uma prática homofóbica ocorrida dentro de sua congregação. Na denúncia, o religioso informou que um adolescente de 16 anos, membro da igreja, estaria sofrendo constrangimentos em função de sua orientação homossexual, o que teria acarretado, inclusive, sua demissão da condição de pastor em função da defesa que fez para que o jovem continuasse frequentando a igreja. “Entendemos que a luta pelos direitos humanos, independente dos locais frequentados pelos LGBT, devem ser pautada na concepção desses direitos como o conjunto de condições de dignidade e integridade física e psicológica inalienáveis a qualquer pessoa. Conclamamos toda a sociedade de Vitória da Conquista e da Bahia a não mais ocultar casos como esses, afinal é necessário romper padrões dominantes, uma vez que os direitos civis e a vida digna têm que ser os parâmetros para tomada de decisão, incluindo a criminalização de quaisquer atos que contrariem essa premissa”.Com informações do Blog do Anderson