Paradinha Gay do Tororó abre neste domingo (3), VI Semana da Diversidade; confira a programação

Notícias
2 de setembro de 2017
por Genilson Coutinho

Foto: Genilson Coutinho

Neste domingo (3), acontece a 4ª Paradinha Gay do Tororó, em Salvador. O evento abre a III Semana da Diversidade Cultural e será realizado das 13h às 21h, no Largo do Amparo.

O charmoso bairro do Tororó, localizado entre os Barris e Nazaré, área central de Salvador, recebe neste domingo, (3), a IV Paradinha do Orgulho LGBT a partir das 15h00, seguindo até às 22h30 com apresentação de bandas musicais e shows de transformistas.
A concentração ocorre no Largo do Campo da Pólvora e a partir das 15h00 sai em direção ao centro do Bairro pelo acesso da Avenida Joana Angélica, entrando no Bairro pela Rua José Duarte da Costa, seguindo pela Rua Amparo do Tororó, retornando no Largo em frente à Igreja de Nossa Senhora até a Praça Dodô e Osmar, onde ficará até ás 22h30.
A cantora Michelle Monize se apresenta a partir das 15h00, conduzindo o trio por toda a extensão do bairro. Na sequência, se apresenta a banda Frutos Tropicais, seguido da cantora Gorette Boop e o encerramento ficará por conta do cantor Lucas Tarantelli. A organização do evento incentiva os artistas locais, possibilitando aos mesmos apresentar o seu trabalho para a comunidade e os visitantes.
A estrela Scarlet Sangalo vai ficar sincronizada com as artistas Ferah Sunshine, Suzzy D´Costa, Alehandra Dellavega, Luana Lins e Eishyla Butterfly, farão performance  durante todo o percurso, animadas ao som de Michelle Monize.

Madrinha:

O evento este ano rende homenagem à ativista social e psicopedagoga Verônica Porto, idealizadora do projeto social Gatos e Gatas, que realiza há treze anos oficinas de moda e esportes com foco na juventude do bairro.
A realização da VI Semana da Diversidade LGBT e da 16ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia é do GGB e Grupo Quimbanda Dudu, com apoio da Prefeitura Municipal do Salvador, Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura, Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Secretaria de Turismo e Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa), Unifacs, Uber, Dogs Can Fly, Shopping da Bahia, Ministério da Saúde, Laboratório Sabin e Clube Planetário 11.
Parada Solidária: Traga 1k de alimento que será doado a Caasah e Instituição Beneficente Conceição Macedo.

A programação organizada pelo  Grupo Gay da Bahia (GGB) segue exposições, palestras, shows,  seminários, mostras de filmes e workshops são as atividades previstas para serem realizadas até sábado (9).

A abertura oficial da 16ª Parada do Orgulho LGBTQI ocorre no domingo (10) , às 11h, com concentração do Campo Grande. Este ano a produtora Flora Gil e a jornalista Maira Azevedo serão coradas madrinhas do evento.

Serviço:
IV Paradinha Gay do Tororó
Domingo, dia 3 de setembro de 2017 , Horário: a partir das 15h00 até ás 22h30.
Percurso: Rua Duarte da Costa, Rua do Amparo, Largo do Amparo, retornando pela Rua do Amparo, concentrando na Praça Dodô e Osmar.

 

“A comunidade LGBTI da Bahia pede paz” – Tema da 16ª Parada do Orgulho LGBTI

Confira a programação completa da Semana da Diversidade:

1111

222

e3333

444

5555

De segunda-feira, 04 de setembro, até sábado, 09 de setembro de 2017

Testagem para HIV

Parada de Saúde

Além da distribuição de cerca de 20 mil preservativos femininos e masculinos, o GGB, em parceria com a Secretaria de Saúde, também incentiva a população ao diagnóstico precoce para o HIV, Sífilis e Hepatites Virais, por meio da oferta grátis e sigilosa do teste rápido por metodologia de Fluído Oral. A testagem pode ser feita na sede do GGB, de segunda à sexta, das 10h0 às 17h30, na Ladeira de São Miguel, 24 – Pelourinho (Grupo Gay da Bahia). E no domingo, dia 10/09, das 9h às 17h, na sede das Voluntárias Sociais, no Campo Grande, uma casa situada atrás do palco principal. Os casos reagentes serão encaminhados aos serviços de saúde.

Domingo (10)

Desfile dos trios

CARD ATRACOES 16 PARADA 21 X 21 (1)

Coletiva de Imprensa

 Local: Foyer do Teatro Castro Alves. Praça do Campo Grande 

Premiação de Honra ao Mérito Cultural da Diversidade.
11h30
Local: Foyer do Teatro Castro Alves. Praça do Campo Grande

Início: 15h030 – Concentração Campo Grande
Percurso: Campo Grande /Carlos Gomes
Termino: às 20h30 – Casa Da Itália / Aflitos

TRIO OFICIAL
Trio Oficial Porradão: Institucional Grupo Gay da Bahia / Grupo Quimbanda Dudu. Atração musical eletrônica, com bateria, DJ Oliver, Mary Jane Back e Spadina Banks.

Respectivamente, as madrinhas Tia Má e a Produtora Cultural, Flora Gil recebem faixa de madrinha, fazem discurso para a multidão. A madrinha Tia Má, após sua fala pede posição de respeito para execução do Hino Nacional. Na sequência, Flora Gil declara aberta a 16ª Parada do Orgulho LGBTI da Bahia.

Discursos oficiais da abertura. TRIO OFICIAL.

Dra. Anhamona de Britto, Secretária Municipal (Semur) Ivete Sacramento, Sua Excelência Deputado Ângelo Coronel Presidente da ALBA, Professor Dr.Luiz Mott fundador do GGB.

Apresentação: Bagagerie Spilberg

TRIO II – Arco-Íris Trans: inclusão social, trabalho, renda e moradia.
Coordenação ativista Millena Passos.
Produção Eliizabeth Dantas
Produção Marcelo Cerqueira
Locução de Ângela Guimaraes
Atração musical: DJ Juba Moreno e Drags

TRIO III – Freedom /Liberdade!
Produção de Marcos Mello
Atrações: DJ´s da Boate Tropical.
Artistas: Marcela Nascimento (SP), Andrea Gasparelli (RJ) e Luiz Gasparelli (RJ).

TRIO IV – UBER Festa Chá da Alice
Cantoras convidadas – Karol Conka, Valesca Popozuda e Lorena Simpson

TRIO V – Coletivo Diadorim
Bahia sem homofobia e com mais inclusão
Atrações DJs e Drags

TRIO VI – CUT Viver nossa cultura, música e entretenimento cultural da diversidade
Atrações DJs e Drags

Palco da Diversidade
Praça do Campo Grande – Centro

Bonecas pretas
Projeto montado por artistas negros agregando a linguagem da dança, teatro e performance com a finalidade de discutir questões raciais, gênero e sexualidade. Os termos “boneca” recebe um novo significado diferente do usado pejorativamente para ofender, o “pretas” introduz a perspectiva racial. Elenco: ALEHANDRA DELLAVEGA, BRENDAH BARBIERIE, DANDARA BYONCE, FERAH SUNSHINE, SUZY D’COSTA, SASHA HEELS E YANNA STEFENS.
Coletivo HAUS OF GLOOM
A Haus dedica-se à produção e à promoção da arte Drag. Composto pelas Drags Aimée Lumiére, Aleera Cox, Amanda Moreno, Mary Jane Beck, Petra Perón, Spadina Banks e Gotham Waldorf.

As Monxtras
Com um discurso de resistência e diversidade, o coletivo liderado pela transformista Malaika SN declara: “Nos declaramos desta forma pois temos uma estética não convencional de drag e temos um discurso político-social muito associado ao que fazemos. Nos recriamos para transformar esse local de fala que a sociedade nos colocou – de pobres, pretos e periféricas – em arte”, explica Malaika SN.

Grupo Move Femme
A proposta é levar ao públicos vertentes de danças urbanas voltadas para o gay, como vogue, stiletto, gay style, wacking. Formado pelos dancarinos. Yuri Ferreira , Marcos Silva, Deko Alves, Ramsés Zaid, Lucas dancer e Lucas Vasconcelos

Todas as pessoas que fazem parte do evento, cantores, prestadores, convidados, participantes dos eventos da VI Semana, autoridades, e a população em geral serão estimulados a doarem 1kg de alimento. Os alimentos serão doados para entidades que trabalham com assistências as pessoas com HIV/Aids em condições de vulnerabilidade social. 40%, 40% e 20% divididos nessas proporções.

Instituição beneficente Conceição Macedo
Caasah – De apoio ao Portador do HIV
Centro Baiano Anti-Aids
Local de entrega: Palco da Diversidade – Praça do Campo Grande – Centro
Horário: das 10h00 às 18h00 – Carro Baú

16ª PARADA LGBT DA BAHIA
DOMINGO, 10 DE SETEMBRO DE 2017
SHOWS TRANSFORMISTAS

Horário: das 11h00 ás 15h00
Apresentação: Michelle Lorem / Locução de Josemar Ramos.
Bonecas pretas
Projeto montado por artistas negros agregando a linguagem da dança, teatro e performance com a finalidade de discutir questões raciais, gênero e sexualidade. Os termos “boneca” recebe um novo significado diferente do usado pejorativamente para ofender, o “pretas” introduz a perspectiva racial. Elenco: ALEHANDRA DELLAVEGA, BRENDAH BARBIERIE, DANDARA BYONCE, FERAH SUNSHINE, SUZY D’COSTA, SASHA HEELS E YANNA STEFENS.

Coletivo HAUS OF GLOOM
A Haus dedica-se à produção e à promoção da arte Drag. Composto pelas Drags Aimée Lumiére, Aleera Cox, Amanda Moreno, Mary Jane Beck, Petra Perón, Spadina Banks e Gotham Waldorf.

As Monxtras
Com um discurso de resistência e diversidade, o coletivo liderado pela transformista Malaika SN declara: “Nos declaramos desta forma pois temos uma estética não convencional de drag e temos um discurso político-social muito associado ao que fazemos. Nos recriamos para transformar esse local de fala que a sociedade nos colocou – de pobres, pretos e periféricas – em arte”, explica Malaika SN.

Grupo Move Femme
A proposta é levar ao públicos vertentes de danças urbanas voltadas para o gay, como vogue, stiletto, gay style, wacking. Formado pelos dancarinos. Yuri Ferreira , Marcos Silva, Deko Alves, Ramsés Zaid, Lucas dancer e Lucas Vasconcelos

OBSERVAÇÃO: O GGB avisa que, devido à grade de atrações pode sofrer alterações. Acompanhe a programação oficial nas redes sociais do GGB e do site Dois Terços, além dos demais veículos e canais de comunicação.