Parada LGBT de Feira sofre alguns ajustes visando proporcionar maior segurança

Notícias
4 de agosto de 2014
por Genilson Coutinho

redimensiona

A 13ª Parada LGBT de Feira de Santana, programada para o dia 31 de agosto, sofre alguns ajustes visando proporcionar maior segurança aos participantes e também atrair a participação de mais famílias. As alterações foram definidas na tarde desta quarta-feira, 30, durante reunião no auditório da Seprev com a participação de organizadores com órgãos municipais e de segurança pública.

Dentre as mudanças definidas estão a antecipação do horário de saída do desfile. A concentração terá início ao meio-dia, na Praça de Alimentação Gilson Pereira, onde será montado um palco fixo para apresentação de shows. De lá segue puxado por trio elétrico ao longo da avenida Getúlio Vargas.

Para evitar transtornos com hospitais existentes na avenida Getúlio Vargas, o trio elétrico pega o retorno na Praça dos Maçons, voltando para o local de partida. A determinação também é de conclusão do desfile às 19hs.

O presidente do Grupo Liberdade, Igualdade e Cidadania Homossexual (Glich), entidade que promove o evento, Thiago Oliveira, ressalta a preocupação em promover a festa durante o dia visando atrair maior participação de famílias. “Justamente por isso este ano teremos como tema “LGBT também é família”, colocando o novo conceito de família e a descriminação dentro da família quando o sujeito se declara LGBT”, observa.

Justamente para garantir a maior presença de famílias, o Glich está orientando os participantes do evento a adotarem postura mais condizente com a proposta. “Estamos conversando para que evitem colocar mais gogo boys, que os transformistas não tenham tanta nudez e exposição do corpo para que o evento possa ter também a participação de famílias e de crianças”, revelou.

Durante a reunião estiveram presentes representantes das Secretarias de Comunicação Social, de Saúde, de Desenvolvimento Econômico e a de Prevenção à Violência, além da Polícia Militar, representada pelo capitão Djomar Cruz, e do Grupamento de Corpo de Bombeiros, representado pelo tenente Roberto Borges.

O representante da Polícia Militar, capitão Djomar Cruz, informou que o evento contará com um efetivo de segurança formado por cerca de 250 a 300 homens. Também observou a necessidade de adoção de diversas medidas preventivas visando proporcionar maior segurança aos participantes do desfile. Com informações do Correiofeirense