Parada gay terá baile de debutantes

Sem categoria
11 de abril de 2011
por Genilson Coutinho

A 15ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que rola no dia 26 de junho com Preta Gil como diva e Wanessa fazendo show de encerramento, foi apresentada na noite da última quarta-feira, 30, cheia de novidades – entre elas uma maior comercialização do evento e consequente aproximação com o empresariado e a ideia de aproveitar os 15 anos para fazer, como pede a idade, um grande baile de debutante na Avenida Paulista com direito a valsa ao som de “Danúbio Azul”, de Johann Strauss, remixada por DJs, claro.

Responsável pelo evento, a Associação da Parada do orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT) promete não deixar passar a em branco a movimentação financeira que a Parada gera na capital paulista. São 800 milhões de reais circulando, sendo que cerca de 190 milhões representam dinheiro novo, injetado na economia pelos turistas. “É o maior evento da cidade”, lembrou Sara Souza, do São Paulo Convention & Visitors Bureau.

Para isso, a entidade firmou e ainda está firmando parcerias comerciais que vão alterar um pouco a cara que a caminhada ganhou nos últimos anos. Um dos fundadores da Associação e atual presidente, Ideraldo Beltrame confirmou o que havia adiantado ao Mix logo após sua eleição e vai abrir mais espaço para que empresas também participem da Parada, podendo optar entre patrocinar os produtos do evento ou a manifestação em si.

É uma busca de parcerias que façam a programação rolar de forma eficiente. Entram neste ano marcas novas como a Pulsarte, que vai realizar uma performance de dança aérea na abertura da Parada, e a Artheventos, responsável por desenvolver produtos vendáveis relacionados ao evento e pelo controle do impacto ambiental que uma reunião de cerca de 3,5 milhões de pessoas causa.

A preocupação ambiental é uma das novidades mais marcantes e vai estar presente nos tradicionais balões coloridos, que neste ano vão levar sementes de árvores pelo ar e serão feitos de material biodegradável, também usado para a confecção de materiais de divulgação distribuídos todos os anos.

Debutando
Nos 15 anos da Parada, a Associação comemorou os avanços deste período e mostrou uma renovação na identidade visual da manifestação, que neste ano traz vários símbolos de masculino e feminino se misturando e formando um desenho só, uma analogia à necessidade de se conviver em paz. “É uma identidade que tenta trazer essa perspectiva do respeito e do amor ao próximo. Estamos vivendo em uma sociedade que tem dificuldade de conviver”, ressaltou Ideraldo.

Nesse clima de todo mundo junto, a abertura da 15ª Parada de São Paulo vai rolar ao som da famosa valsa de Strauss, com direito a convite para que todo mundo dance e forme um grande baile de debutantes com 1,5 milhões de casais na Avenida Paulista. “Queremos que a partir desta 15ª edição a Parada retome o glamour de seu começo”, pontua Almir Nascimento, presidente da Associação Brasileira de Turismo GLS (Abrat-GLS).

Foto: Reprodução

Fonte: Organização da Parada Gay de São paulo