Parada Gay ao contrário reforça luta contra preconceito nos EUA

Comportamento, Social
7 de março de 2017
por Genilson Coutinho

O Mardi Gras de New Orleans é o “Carnaval” dos EUA. E numa época em que tanto se fala sobre diversidade, a cidade resolveu se unir para uma celebração de igualdade e respeito à comunidade LGBTQ. Mais de 400 voluntários se uniram na famosa Bourbon Street para desfilarem juntos, mas com um detalhe: ao contrário.

Para surpresa do público que esperava na calçada, bares e varandas da rua histórica, os foliões tocaram apenas o primeiro acorde da icônica “When The Saints Go Marching In” (um hino da cidade) e começaram, em silêncio, a marchar para trás, retirando suas cores, brilho, maquiagem e fantasia e baixando suas bandeiras arco-íris.

Os participantes se refugiaram em becos, entraram em suas casas e fecharam suas portas, num gesto simbólico.

O desfile simplesmente desapareceu e parou por um minuto em silêncio. Foi quando os manifestantes voltaram vestidos novamente com suas cores e uma faixa dizendo “We’re Never Going Back” (“Nunca vamos voltar para trás”) e convidaram todos a se unirem a eles.A ideia foi criada pela agência 360i New York que conta com o brasileiro Fabio Seidl como Group Creative Director, para o departamento de turismo de New Orleans e apoio da agência local Communify. A produtora Gravy Films registrou o evento com um filme dirigido por Trent Jaklitsch.