Parada do Orgulho LGBT da Bahia estreia no Dique com muita música e discurso em prol do amor ; veja as fotos

Notícias
22 de setembro de 2019
por Genilson Coutinho

Pela primeira vez no Dique do Tororó, a 18ª Parada LGBT+ da Bahia está homenageando os 40 anos dos Grupo Gay da Bahia (GGB), além dos 50 anos do levante de Stonewall, nos Estados Unidos, um dos mais importantes movimentos da comunidade LGBTQ. A cantora Cláudia Cunha comandou o trio do GGB, com um repertório super animado, casando perfeitamente com o evento.
Uma multidão lotou as vias do Dique na tarde deste domingo (22), na estréia da Parada, que completou sua maioridade longe do tradicional circuito do Campo Grande.
A concentração e parada do trio oficial no Habbibs foi palco das falas da militância e autoridades que estiveram presentes horas antes da saída do trio. Padre Alfredo, da IBCM, fez a abertura, lembrando a importância do amor na vida das pessoas e o respeito ao próximo em dias tão difíceis,
“Esse e um momento de celebrar a vida das pessoas LGBTQ, e ficamos de olho na atual situação que vivemos. Vamos nos divertir com a bênção de Deus e dos Orixás, e vamos nos divertir e amar. Vamos fazer um oração pela paz e amor”, solicitou padre Alfredo.

Padre Alfredo IBCM – Foto – Genilson Coutinho

Presidente do GGB revela que está com câncer e posta texto emocionante: ‘Deus não tira nada da gente se ele não tiver algo melhor para dar em troca’

A mudança também foi motivo de alegria para uns e tristeza para outros, que querem a volta da Parada ao Campo Grande. Como falou a deputada estadual Olívia Santana:
“Estamos aqui hoje, mas sabemos que nossa parada é no centro, e vamos retornar com toda força no ano que vem”, discursou Olívia .
A estrela da arte transformista, Dion Santiago, levou seu trio com palavras de ordem, e a batida eletrônica deu o tom do percurso do trio, mostrando a forca da sua arte e seu compromisso com a causa. Quem também marcou presença foi Léo Kret, que trouxe no seu um pedido, a preservação da Amazônia, e da comunidade LGBTQ, sendo seguida por uma multidão de fãs.
O grupo Diadorim, que desenvolve projetos para a comunidade LGBT+ dentro da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), mais uma vez marcou presença, fortalecendo a manifestação em prol da causa durante todo o percurso com discurso, e pedido de amor e respeito.
Você gostou da mudança para o Dique?

Foto. Genilson Coutinho

Veja galeria de fotos  aqui.