Parada do Orgulho LGBT da Bahia é tema de reunião na SJDHDS

Comportamento, Social
3 de agosto de 2019
por Genilson Coutinho

Com o objetivo de discutir a participação do Governo da Bahia na Parada do Orgulho LGBT de Salvador, o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Carlos Martins, recebeu coordenadores da parada e do Grupo Gay da Bahia (GGB), instituição conhecida nacionalmente pela defesa dos direitos da população LGBT.

Em 2019, a parada chega a sua 18ª edição e deve reunir mais de 400 mil pessoas de Salvador e do interior da Bahia. O evento deve acontecer na segunda quinzena do mês de setembro. De acordo com os organizadores, o objetivo este ano é trazer a parada para o ‘chão’, privilegiando os desfiles à fantasia e os atos políticos que são realizados pelos participantes.

“Acredito que podemos trabalhar de forma conjunta para apoiar a realização do desfile no domingo e, também, promovendo uma série de eventos educativos e de conscientização. A Bahia é a terra da diversidade e isso se reflete nas nossas políticas públicas de promoção da cidadania e da igualdade”, afirmou o secretário Carlos Martins, que estava no encontro acompanhado pelo superintendente de Direitos Humanos, Jones Carvalho.

O gestor também se comprometeu a dialogar com outras secretarias estaduais, como Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e Política para Mulheres (SPM), e órgãos, como Bahiatursa. A reunião contou com as presenças de Weslen Moreira, coordenador da parada, e Cristiano Santos e Denis Gomes, coordenadores do GGB.

Casarão da Diversidade – Na reunião, o secretário Carlos Martins voltou a afirmar o papel que o Casarão da Diversidade, equipamento da SJDHDS, tem na promoção da cidadania e dos direitos da população LGBT de Salvador e da Bahia. “Nosso espaços está aberto a todos e todas que desejam contribuir com uma sociedade mais justa”, pontuou