Pai travesti é exemplo de amor e respeito para jovem de MS: ‘Meu pai é minha heroína’

Comportamento, Social
9 de agosto de 2018
por Genilson Coutinho

Luana e o pai, Renata, que é travesti: “Meu pai é minha heroína” (Foto: Arquivo pessoal )

G1

Luana Hamana é uma jovem de 25 anos que mora em Campo Grande, MS. Estudante de veterinária, ela conta que sempre teve todo o apoio do pai para estudar e seguir a carreira que desejasse, para levar a vida como quisesse. Uma lição que o pai, Renata Hamana, conhece bem:

“Meu pai assumiu que era gay quando pediu o divórcio para namorar outro homem. Eu tinha 12 anos. Foi muito difícil, minha mãe não aceitou no começo, e não gostava que eu convivesse com ele. Foi uma época complicada” conta Luana.