Oxford muda regras para atender os transexuais

Sem categoria
31 de julho de 2012
por Genilson Coutinho

Depois de um movimento liderado pela Associação de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais no início deste ano, a Universidade de Oxford, na Inglaterra, decidiu rever as regras de vestimenta dos alunos.

Com a medida, divulgada no jornal da universidade nesta semana, a reitoria decidiu que não será mais obrigatório usar, em ocasiões formais, uma roupa específica para cada sexo.

Segundo o jornal “Oxford Student”, isso quer dizer que, se quiserem, os estudantes homens poderão colocar saias, e as mulheres, terno.

A diretora da associação, Jess Pumphrey, disse à publicação que as mudanças vão “eliminar um estresse desnecessário” aos estudantes que não se sentiam confortáveis com as exigências que vigoravam até agora. A concessão começa a entrar em vigor a partir do próximo dia 4.

O uniforme oficial da Universidade de Oxford é calça preta e camisa branca com gravata borboleta para os homens, e saia com meias pretas, camisa branca e gravata preta para as mulheres.

Até agora, se um estudante quisesse se vestir com roupas do sexo oposto, precisava pedir uma autorização especial à instituição. E ela poderia punir os alunos que violassem as regras.

Um porta-voz da universidade confirmou que as normas foram alteradas depois que os estudantes da associação mostraram sua preocupação com o fato de que as regras não atendiam aos interesses dos transexuais. Com  informações do UOl