OSBA celebra obra da Família Bach em concerto gratuito no Centro Histórico

Música
31 de maio de 2015
por Genilson Coutinho
A apresentação gratuita acontece na tarde deste domingo e integra a programação da Série Manuel Inácio da Costa

A apresentação gratuita acontece na tarde deste domingo e integra a programação da Série Manuel Inácio da Costa

Os acordes da música Barroca serão ouvidos no Centro Histórico de Salvador em mais um concerto da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) pela Série Manuel Inácio da Costa, tendo como cenário a secular Igreja de São Francisco, no Terreiro de Jesus. A apresentação, com regência do maestro Carlos Prazeres, curador artístico da OSBA, será no domingo, 31 de maio, às 18h, com entrada gratuita. O programa da noite intitula-se “Família Bach”, e vai reunir peças do cravista, pianista, maestro e compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750), Die Kunst der fuge BWV 1080 e Concerto para dois violinos e Suite nº3 em Ré maior BWV 1068, e de seus filhos, os músicos e compositores Johann Christian e Carl Philipp Emanuel Bach, respectivamente, a Sinfonia em Si Bemol Maior e a Sinfonia nº5 em Si menor para cordas e baixo continuo.

A Família Bach foi de grande importância na história da música na Europa por cerca de 250 anos, com mais de 50 músicos e vários compositores aclamados. Seu membro mais proeminente e o mais notável compositor foi Johann Sebastian Bach, que produziu mais de mil peças de quase todos os gêneros musicais, incluindo música de câmara, música orquestral, vocal, missas e motetos para coro, tocatas e concertos para cravo e orquestra, entre outros. A famosa dinastia musical começou com seu trisavô, Veit Bach, no século XVI, e se extinguiu no século XIX, com seu neto, Wilhelm Friedrich Ernst Bach (1759-1845). A Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) é mantida pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA), através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e do Teatro Castro Alves.

SERVIÇO:

Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) apresenta “família bach”

Regência: maestro Carlos Prazeres

Solistas: Priscila Plata (violino) e Ana Zanata (violino)

Local: Igreja de São Francisco, no Terreiro de Jesus, Centro Histórico.

Data: 31 de maio (domingo).

Horário: 18h

ENTRADA GRATUITA