ONG pede a cassação da deputada Myriam Rios que defende a demissão de funcionários gays

Sem categoria
29 de junho de 2011
por Fábio Rocha

A Articulação Brasileira de Gays (ARTGAY) encaminhou hoje, terça-feira (28), ofício ao presidente da Assembleia Legislativa do Rio Janeiro (Alerj), Paulo Melo (PMDB-RJ), pedindo a cassação da deputada Myriam Rios (PDT-RJ), que em pronunciamento defendeu a demissão de funcionários por conta da orientação sexual e aliou homossexualidade à pedofilia.

A ONG argumenta que a declaração da deputada fere os artigos 3º e 5º da Constituição Federal do Brasil e “atinge diretamente a dignidade das pessoas com orientação sexual homo”. Os ativistas também declararam que a parlamentar “feriu o decoro parlamentar ao comparar gays a criminosos como exploradores sexuais no Brasil”.

Os ativistas pedem à presidência da Alerj que “abra uma sindicância interna e instaure um inquérito administrativo visando a cassação do mandato da deputada Myriam Rios para que o preconceito e a discriminação não sejam a marca desta casa”.

Para entender o caso
A declaração da deputada Myriam Rios (PDT-RJ) se deu na semana passada quando foi votada a PEC 23/2007, que pretende incluir a discriminação por orientação sexual na Constituição do Estado do Rio de Janeiro como crime. Rios declarou que ter o direito de demitir uma babá se ela for lésbica não seria crime, pois a funcionária poderia influenciar sexualmente e cometer ato pedófilo.

“Digamos que eu tenha duas meninas em casa e contrate uma babá que mostra que sua orientação sexual é ser lésbica. Se a minha orientação sexual for contrária e eu quiser demiti-la, eu não posso. O direito que a babá tem de querer ser lésbica é o mesmo que eu tenho de não querer ela na minha casa. Vou ter que manter a babá em casa e sabe Deus até se ela não vai cometer pedofilia contra elas. E eu não vou poder fazer nada”, declarou a ex-atriz e agora deputada Myriam Rios (PDT-RJ).

A declaração causou indignação de varias personalidades da mídia. No Twitter, Rios chegou a ficar em primeiro lugar no Trending Topics, que aponta os assuntos de maior repercussão. Em seu blog, o novelista Walcyr Carrasco classificou a fala de Myriam Rios como “lamentável”. Carrasco disse ainda que um dia já “simpatizou” com Rios, mas que sempre a considerou “medíocre” enquanto atriz. Para o autor, só a “falta de inteligência faz alguém confundir orientação sexual com pedofilia”.

Fonte: Articulação Brasileira de Gays (ARTGAY)

Foto: Reprodução