OMS alerta para o combate ao câncer dia 8 de abril

Comportamento, Social
6 de abril de 2017
por Genilson Coutinho

No próximo dia 8 de abril, a Organização Mundial de Saúde decretou Dia Mundial de Combate ao Câncer. Segundo a organização, nos os últimos anos, a doença passou a ser considerado um problema de saúde pública mundial, estimando que, no ano 2030, podem-se esperar 22 milhões de casos incidentes de câncer. “O aumento da expectativa de vida, a urbanização e a globalização são alguns dos fatores que podem explicar parte o aumento da incidência do câncer e consequentemente maior mortalidade por esta doença”, explica Dra. Mayana Lopes, oncologista da Clínica AMO.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa no Brasil é de 600 mil novos casos ainda este ano, por isso várias iniciativas acontecem em todo mundo no intuito de conscientizar a população da importância da prevenção e diagnóstico precoce desta doença. De acordo com a OMS, os óbitos pela doença já atingem 8 milhões de pessoas por ano, um aumento de 40% nas últimas duas décadas. É a doença que mais cresce no mundo e pode chegar há 22 milhões de diagnósticos em 2030. “Existem vários fatores que favorecem o desenvolvimento do câncer, aumentando os riscos de uma pessoa. Predisposição genética (casos na família), hábitos alimentares, estilo de vida, ocupação, condições imunológicas e condições ambientais podem ter influencia no surgimento da doença”, ressalta a oncologista.

A especialista ainda conta que hábitos saudáveis, vencer a obesidade e o sedentarismo com atividades físicas, fazer uma alimentação balanceada, não fumar, usar protetor solar e reduzir o consumo de álcool são os primeiros passos para diminuir o risco de desenvolver esta doença. Outra iniciativa importante para população tomar é fazer a  detecção precoce com exames específicos, que devem ser realizados de acordo com a orientação médica. Segundo a médica, os principais exames para as mulheres são exame ginecológico (Preventivo), mamografia para rastreio do câncer de mama e colo do útero respectivamente. Os homens devem ser avaliados pelo urologista para realizar o exame da próstata. E todos devem fazer a colonoscopia a partir dos 50 anos para detecção do precoce do câncer de intestino.