Olívia Santana denuncia caso de discriminação durante festa em hotel

Comportamento, Social
4 de fevereiro de 2018
por Genilson Coutinho

A Tarde

A secretária estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia e presidente municipal do PCdoB, Olivia Santana, usou o Facebook para denunciar um caso de discriminação que teria sofrido neste sábado, 3, no evento “Folia do Batom”, no Hotel Catussaba, em Itapuã.

De acordo com a Luciana Embilina, amiga de Olivia que estava com ela no momento da agressão, uma mulher se dirigiu à secretária e disse que ela era uma “comunista” e, por isso, não deveria estar no hotel. Ainda de acordo com Luciana, a mulher gritava que Olivia tinha que voltar para a “favela”.

A Polícia Militar foi chamada e todos os envolvidos foram encaminhados para a Central de Flagrantes, na avenida ACM, em Salvador, onde prestaram depoimento.

Em vídeos, que estão sendo compartilhados nas redes sociais, a suposta autora das ofensas aparece dentro de uma viatura policial comentando o caso. “Eu apenas falei que a intervenção militar vai vir para acabar com essa mordomia de vocês, foi só isso”, afirmou. “Gosta de socialismo? Por que não foi fazer o Carnaval no acampamento do MST?”, completou.

A postagem de Olivia no Facebook já conta com dezenas de compartilhamentos e diversos comentários demonstrando apoio à secretária. “Olivia, flor, sei bem o que é isso, você é uma mulher que nos representa, infelizmente há pessoas de coração podre”, disse uma seguidora, em um dos comentários.

Em 2012, Olívia foi candidata a vice-prefeita de Salvador na chapa de Nelson Pelegrino (PT). Três anos depois, foi nomeada pelo governador da Bahia, Rui Costa, como secretária estadual.

União das Parada LGBT de Salvador divulgou uma nota de repudio .