Oficinas de Formação em Direitos Sexuais para mulheres

Sem categoria
7 de julho de 2011
por Genilson Coutinho

Serão oferecidas 120 vagas para as atividades que integram a iniciativa de Cooperação Técnica entre o UNFPA, Fundo de População das Nações Unidas, e a Prefeitura Municipal de Salvador (PMS)

A Superintendência de Políticas para as Mulheres (SPM), da Prefeitura Municipal de Salvador (PMS), promove nos meses de julho e agosto, quatro Oficinas de Formação em Direitos Sexuais e Reprodutivos e Promoção da Saúde Materna, com objetivo de sensibilizar e orientar mulheres e homens para o reconhecimento e a defesa dos direitos sexuais e reprodutivos como Direitos Humanos.

A primeira e segunda oficinas serão realizadas nos dias 12, 13 e 14 de julho, nos turnos matutino e vespertino, na Academia da Polícia Civil (Acadepol), no bairro Mouraria, região central de Salvador. A terceira ocorrerá nos dias 26, 27 e 28 de julho, na sede do Projeto Força Feminina, no Pelourinho. A quarta atividade será realizada nos dias 16, 17 e 18 de agosto no bairro de Mussurunga, mas ainda não há local definido.

“A proposta é que as e os participantes possam adquirir conhecimentos sobre os direitos, incorporá-los com uma perspectiva de gênero e raça e ainda definir ações estratégicas para serem executadas nas suas comunidades, tornando-se assim, multiplicadores das temáticas”, ressaltou Luciana Ribeiro, da SPM. Ao todo, são oferecidas 120 vagas, 30 por oficina. As inscrições podem ser feitas por telefone (71) 2108-7313/7305 ou via fax 2108-7306.

Os temas abordados nas oficinas serão saúde sexual e reprodutiva, direitos sexuais e reprodutivos, feminização da aids e outras DST, gênero, raça e etnia, paternidade responsável, enfrentamento à violência contra as mulheres, saúde materna, controle social de políticas públicas. Após a sensibilização e a construção de habilidades mínimas, a idéia é que essas mulheres e homens possam atuar como mobilizadores e mobilizadoras em defesa dos direitos sexuais e reprodutivos e na implementação de ações estratégicas nas localidades em que moram ou trabalham.

As atividades integram a iniciativa de cooperação entre o UNFPA e a Prefeitura do Município de Salvador. Além da Superintendência de Políticas para Mulheres (SPM), a cooperação inclui as Secretarias de Saúde (SMS), Educação, Cultura e Lazer (SECULT), Reparação (SEMUR) e a Assessoria de Relações Internacionais (ARI).

* Por Midiã Santana