O twitter e o preconceito

Sem categoria
30 de janeiro de 2012
por Genilson Coutinho

O preconceito pode caber nos 140 caracteres do twitter, ou seja, ele pode inclusive desaparecer do microblog. A “discriminação” pode, em breve, vetar tuítes que citem palavras como gay, homossexual, LGBT, lésbica, travesti dentre outras. Os governos que queriam controlar manifestações também utilizariam dessa estratégia.

A ideia  vem da nova política do twitter, a empresa  pretende aceitar solicitações  dos governos de cada país, principalmente no que diz respeito às palavras que não são permitidas pela legislação. De acordo com a lei, o Twitter, uma empresa privada, tem esse direito.