‘O Sumiço da Santa’, com direção Fernando guerreiros estreia dia 14 de setembro no tetaro Acbeu

Genilson Coutinho,
10/09/2012 | 01h09


Estreia no dia 14 de setembro a primeira adaptação para o teatro do livro ‘O Sumiço da Santa’, obra do escritor baiano Jorge Amado publicada pela primeira vez em 1988.
A adaptação, que foi feita pelos dramaturgos Gil Vicente Tavares e Cláudio Simões e cuja direção é assinada por Fernando Guerreiro, vem se juntar às comemorações oficiais pelo centenário do escritor.

“O Sumiço da Santa” relata os transtornos pelos quais passa a cidade de Salvador depois do sumiço de uma imagem de Santa Bárbara vinda de Santo Amaro para uma exposição de arte sacra. A história se passa durante a ditadura militar e reúne religiosidade e política num só texto, permeado por um realismo fantástico e bastante humor, com aquele toque de crônica do cotidiano soteropolitano de Jorge.
O elenco foi escolhido de acordo com o perfil dos personagens e, claro, visando a qualidade técnica. Andrea Elia (‘As Velhas’) interpreta Adalgisa, a tia da Manela de Ana Cecília Costa (‘Cordel Encantado’), que volta aos palcos baianos depois de 20 anos. Ângelo Flavio (‘Quincas Berro d’Água’) é o padre Abelardo, um comunista envolvido na luta pela terra; o organizador da exposição de arte sacra é Dom Maximiliano, vivido por Marcelo Praddo (‘Boca de Ouro’). Agnaldo Lopes (‘À Beira do Caminho’) representa o delegado, enquanto Marinho Gonçalves (‘Alugo minha Língua’) interpreta o malandro Danilo. Também estão no elenco Victor Kizza, Denise Correia, Mariana Borges e Deilton José. Completam a escalação Uilian dos Santos, Mariana Passos e Laís Lopes.

‘O Sumiço da Santa’
A partir de 14 de setembro, de sexta a domingo, 20h
Teatro Acbeu [Av. Sete de Setembro, 1883, Corredor da Vitória. Tel.: 3344.4423]
Quanto: R$30 e R$15 [meia-entrada]