O que é a PrEP?

AIDS em pauta
8 de setembro de 2018
por Genilson Coutinho

A Profilaxia Pré-Exposição de risco à infecção pelo HIV consiste no uso preventivo de medicamentos antirretrovirais antes da exposição sexual ao vírus, para reduzir a probabilidade de infecção pelo HIV. O objetivo da PrEP é previnir a infecção pelo HIV e promover uma vida sexual mais saudável.

Como funciona a PrEP?

A PrEP é uma combinação de dois medicamentos (tenofovir e entricitabina) em um único comprimido, que impede que o HIV se estabeleça e se espalhe pelo corpo. A PrEP não previne outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e, portanto, deve ser combinada com outras formas de prevenção.

Para quem é indicada a PrEP?

Os(as) médicos(as) prescrevem a PrEP para populações em situação de maior vulnerabilidade e que tenham práticas de maior risco para infecção pelo HIV, como:

  • Gays e homens que fazem sexo com homens;
  • Travestis e transexuais;
  • Trabalhadores(as) do sexo;
  • Casais sorodiferentes que, por repetidas vezes, têm relações sexuais (anais ou vaginais) sem usar camisinha ou que têm usado a PEP (Profilaxia Pós-Exposição) repetidamente, ou que apresentem infecções sexualmente transmissíveis (IST).

Quando começar a usar a PrEP?

Se você estiver dentro dos critérios de indicação para PrEP, converse com um profissional de saúde e veja se a PrEP é indicada para você. Você terá que fazer alguns exames e, se eles estiverem normais, poderá usar a PrEP.

Na PrEP, a pessoa deve tomar o medicamento todos os dias, fazer exames regulares e buscar a medicação gratuitamente a cada três meses.

O uso do preservativo deve ser abandonado quando se usa a PrEP?

Não. A PrEP pode ser combinada com outros métodos de prevenção já conhecidos, como o preservativo, que protege contra todas as demais IST.

A PrEP não previne a gravidez e não garante 100% de proteção contra o HIV, tal como qualquer outro método.