O espetáculo Mar Morto volta a cartaz depois de vencer o Prêmio Braskem de Teatro

Sem categoria
25 de junho de 2013
por Genilson Coutinho

Depois de ganhar o último Prêmio Braskem na categoria Revelação, a peça musical Mar Morto volta a cartaz no Teatro Jorge Amado [Manoel Dias, Pituba] para curta temporada, nos dias 28, 29 e 30 de junho, sempre às 20h. Os ingressos para os três dias de apresentações são gratuitos e devem ser trocados por 1kg de alimento não perecível na própria bilheteria do teatro, que funciona das 14h às 19h, diariamente. O montante arrecadado será doado para a Casa de Apoio e Assistência aos Portadores do Vírus HIV – CAASAH, e as trocas poderão ser feitas a partir da próxima segunda-feira, dia 24 de junho.

 

Realizado pela Sitorne Companhia de Teatro, em parceria com a Téspis Produções, o espetáculo é dirigido por George Vladimir, que assina, ainda, a adaptação do texto clássico de Jorge Amado. O elenco é encabeçado por Marcos Barreto e Raíssa Xavier, que interpretam os protagonistas Guma e Livia, contando com a participação especial de Diego Pombo [ex integrante de A Fazenda] e da dançarina Rosiane Pinheiro [no papel de Rosa Palmeirão]. A trilha sonora, em sua maioria composta por canções de Dorival Caymmi, é interpretada ao vivo pelos atores e músicos em cena, dando ainda mais vida ao universo do escritor baiano.

 

Para levar à cena esta saga, a Sitorne selecionou quarenta atores que, além de atuarem e cantarem ao vivo, dançam as coreografias criadas por Marcos Barreto especialmente para o espetáculo. As audições de seleção de elenco foram abertas para alunos e ex-alunos da Sitorne e para os atores que participaram do Projeto RETRATE Interior, curso de requalificação de trabalhadores de teatro, realizado pelo SATED – Sindicato dos Artistas e Técnicos em Diversões do Estado da Bahia. O musical reúne, ainda, uma equipe de renomados profissionais da cena teatral baiana à frente do aparato técnico da montagem, a exemplo de Eduardo Tudella, na iluminação; Neto Costa e Milany Mutti, na preparação para canto; e Alessandra Novais, na direção de arte.

 

Sinopse:

É na cidade de Salvador da década de 30 que se desenvolve a bela estória de amor de Guma e Lívia. O romance proibido entre o valente pescador e a linda jovem da cidade alta é o centro da narrativa, que mostra o cotidiano e os conflitos dos pescadores e trabalhadores do mar do cais da capital baiana. Enquanto as mulheres dos marítimos esperam seus maridos retornarem de suas jornadas ao mar, os destemidos pescadores encaram desafios e lutam contra tempestades que podem tirar-lhes a vida. Uma estória encantadora marcada pela tragédia, pela aventura e pela paixão sobre as águas de Iemanjá. Personagens marcantes, como a bela e valente Rosa Palmeirão, a sedutora Esmeralda, o Velho Francisco e os emblemáticos Mestre Manuel e sua companheira Maria Clara, compõe também este rico painel da vida.

 

Serviço:

Espetáculo musical MAR MORTO

– da obra de Jorge Amado

Data – 28 a 30 de junho (sexta, sábado e domingo)

Horário – 20h

Local – Teatro Jorge Amado

Entrada Franca – 1kg de alimento não perecível

 

Ficha Técnica:

Realização – Cia de Teatro Sitorne e Téspis Produções

Direção e adaptação – George Vladimir

Elenco – Marcos Barreto, Raissa Xavier, Rosiane Pinheiro, Diego Pombo, Morgana d’Ávila, Pedro Muller e grande elenco

Direção de produção – George Vladimir e Marcos Barreto

Direção musical – Cláudio Santos

Direção de arte – Alessandra Novais

Iluminação – Eduardo Tudella

Preparação para canto – Milany Mutti e Neto Costa

Coreografia – Marcos Barreto