“O Afródomo é uma vitória para os blocos afro da minha cidade”, afirma Margareth Menezes em entrevista ao Dois Terços

Sem categoria
28 de janeiro de 2013
por Genilson Coutinho

Na última sexta-feira (24), a cantora Margareth Menezes comandou a celebração dos 350 anos dos Correios com grande show para os soteropolitanos na Praça Nilton Luz (antigo Clube Português), onde arrastou uma multidão de funcionários da empresa e fãs do seu trabalho.

No camarim, vestida com seu longo vestido estampado e um sorriso de felicidade no rosto, Margareth conversou com a equipe do Dois Terços a respeito do show, bem como as novidades para o Carnaval 2013, sobre o que ela destacou a importância da criação do Afródomo (saiba o que é abaixo) e a gestão do novo prefeito da cidade.

“Participar desse show é muito especial, pois sempre tenho boas lembranças dos carteiros, da época que morava na cidade baixa e das boas notícias que sempre chegavam das mãos deles. Sem contar que é uma alegria cantar para meu público, na minha cidade”, declarou a cantora.

No que se refere ao Carnaval, Margareth revelou que no domingo (10) e na segunda (11) puxará o bloco Cordão Cultural Afropop Brasileiro no circuito Barra-Ondina. Depois, ela segue para o município de Barras, no Piauí, a 122 quilômetros de Teresina, onde será uma das atrações do Bloco Dinamite, que deve levar seis mil foliões para a rua na terça (12).

Questionada sobre se a falta de apoio seria o motivo da realização de shows em outras cidades no período da folia momesca, Margareth disparou: “Não, pois tenho minha carreira, graças a Deus, estabilizada. Vou porque é muito importante a difusão da nossa música pelo Brasil afora e gosto muito de fazer esses carnavais em outras cidades, é sempre algo de novo”.

No próximo dia 30, Margareth deve revelar os nomes dos convidados especiais do Carnaval, durante coletiva de imprensa que será realizada no Salvador Norte Shopping. A cantora se mostrou feliz sobre a criação do Afródromo, fruto de uma iniciativa que vinha sendo pleiteada há muito tempo pelos blocos afro.

“Esse é um momento muito importante e representa a luta da cultura afro da nossa cidade, pois em cada bloco afro, além da sonoridade musical, há uma historia cultural muito forte, sempre atrelada aos movimentos sociais em prol das suas comunidades. Fico muito feliz com essa conquista do meu povo dos blocos afro. A luta foi dura e demorou muito, mas chegou a hora. A população precisa conhecer a historia dessas entidades que trabalham o ano inteiro e que precisam ser valorizadas e ter visibilidade. Vamos celebrar a militância e a luta do povo negro de Salvador”,comemora a cantora.

Sobre a gestão do novo prefeito, ACM Neto (DEM), a cantora se diz esperançosa como a maioria dos soteropolitanos e torce pelo sucesso do novo administrador da cidade. “Não tenho nenhuma ligação com partido político, mas acredito na democracia e, como todo soteropolitano, estou bastante ansiosa que tudo caminhe para a melhoria de Salvador, pois merecemos uma cidade melhor”, finalizou Margareth.

Afródomo

No início do ano, o músico Carlinhos Brown e o secretário municipal de desenvolvimento, turismo e cultura Guilherme Bellintani assumiram o compromisso de implantar o Afródromo, um novo circuito para o Carnaval de Salvador, com 2,5 quilômetros de extensão, que será destinado aos blocos afro e afoxés a partir de 2014.

Conflitos de patrocinadores inviabilizou o projeto do novo circuito para este ano. “A Caixa Econômica Federal seria um dos patrocinadores do Afródromo, o que conflitaria com o Itaú, que tem contratos com o Carnaval baiano”, explica Alberto Pita, presidente da Liga dos Blocos Afro da Bahia. Mas o cantor Carlinhos Brown promete puxar uma abertura simbólica no domingo de Carnaval, às 11h, no circuito Campo Grande.