NY Times e Libération também chamam Rio2016 de Olimpíada mais gay de todas

Notícias
22 de agosto de 2016
por Genilson Coutinho

Isadora Cerullo beijando Marjorie Eny | REUTERS/Alessandro Bianchi

Depois do espanhol “El País”, o francês “Libération” e o americano “NY Times” também noticiaram que a Olimpíada do Rio se tornou a “mais gay” de todas, graças à quantidade de atletas assumidamente LGBT: 51, ante 23 em Londres (2012) e dez em Pequim (2008).

A China, aliás, é o centro da matéria do “NYT”: nenhum atleta do país “saiu do armário” nestes Jogos. Diz o jornalão que o “ambiente” chinês ainda não permite que um atleta do país se assuma gay.