‘Nunca foram assassinados tantos gays e travestis do que nos governos Dilma e Lula ’, diz Luiz Mott

Comportamento, Social
14 de março de 2016
por Genilson Coutinho

Luiz Mott /Foto: Reprodução Facebook

Milhares de pessoas participaram de um protesto a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff na manhã do último domingo (13), no Farol da Barra, em Salvador. A manifestação teve inicio por volta das 11h e chegou ao fim por volta das 13h. De acordo com a a Polícia Militar, cerca de 20 mil pessoas participaram do movimento, que ocorreu de forma pacífica. A organização do movimento estima que o ato reuniu cerca de 50 mil participantes.
Vestidos de verde e amarelo, os manifestantes começaram a concentração por volta das 9h. Crianças, adultos e idosos participaram do protesto. Antes de iniciarem a manifestação, o grupo cantou o hino nacional em frente ao Farol da Barra.


O movimentou LGBT também marcou presença na manifestação em Salvador engrossando o coro da multidão que foi as ruas pelo fim corrupção e saída da presidenta Dilma .

Assista ao vídeo:


Luiz Mott, fundador do Grupo Gay da Bahia (GGB), presente na manifestação. “Fora Dilma. Fora PT. Vocês arruinaram esse país. Nunca foram assassinados tantos gays e travestis do que nos governos Dilma e Lula. Temos que defender os direitos das minorias. Esse governo prometeu muito e não fez nada”, disse.

  • Max Cardoso

    Me questiono sobre a culpabilização somente do Governo Federal quanto ao aumento de mortes de LGBT’s no Brasil. Primeiro, a violência é um fato crescente tanto no cenário brasileiro quanto mundial, os extremismos estão assolando o mundo. Se formos examinar com mais lucidez, deixando de lado um ódio cego partidário. É verídico afirmar que o Governo Federal desde Lula até Dilma não fez nada em prol da comunidade LGBT’s, mas um questionamento é óbvio: só o PT foi Governo Federal desde o período da redemocratização?( Considerando que aqui se exige medidas federativas) Ah, mas o PT se aliou a causa ( e prometeu mundos e fundos) nos primórdios do movimento durante e pós-redemocratização! Verdade, mas até onde consta é um direito constitucional garantir igualdade aos cidadãos ( aos quais LGBT’s fazem parte) e isso significa que todos governos deveriam tomar medidas.