“Nossas curvas não se curvam” no Museu Tempostal

Serviços
21 de novembro de 2019
por Genilson Coutinho

O empoderamento e a luta da mulher negra plus size contra o preconceito é o tema da exposição “Nossas curvas não se curvam” que está em cartaz no Museu Tempostal (Pelourinho). A mostra – que tem curadoria artística de Cynthia Paixão – reúne 30 fotografias de Dudu Assunção que retratou as modelos: Carla Emanuela, Ilza Bitencourt, Jamille Teles, Laura Raquel e Simone Costa. O destaque da programação do Novembro Negro Ipac fica em cartaz no museu até janeiro de 2020.
“Esta é a primeira vez que uma exposição sobre a mulher negra e gorda entra em cartaz em um museu da Bahia. Isto é muito simbólico e importante. Vamos continuar a discussão sobre este tema na roda de conversa, em 22/11, às 14h, sobre ‘O empoderamento da mulher negra plus size’, também aqui no museu. As modelos vão contar suas histórias de vida e o processo de participar dessa exposição. Nosso objetivo é promover a reflexão a respeito dos direitos e qualidades da mulher negra plus size na sociedade. Incentivá-las a ocuparem os seus lugares de fato e a serem protagonistas de suas próprias histórias, lutando contra o preconceito e valorizando-se”, explica a curadora da mostra.

“Estou muito emocionada em me ver nesta exposição. Nunca pensei que estraria para a história. Acho, inclusive, desnecessário todo esse preconceito, pois cada um é belo do seu jeito”, disse a modelo Simone Costa.

Serviço:

Roda de conversa “O empoderamento da mulher negra plus size”

Data: 22/11

Hora: 14h

Local: Museu Tempostal (Pelourinho)

Deixe seu comentário

Sem comentários, seja o primeiro.