No dia 29 de agosto, é comemorado o Dia da Visibilidade Lésbica

Redação,
29/08/2011 | 10h08

Os LGBT enfretam um problema que vem do fato de serem agrupados por serem distoantes da norma heterossexual: a saber, dentro da sigla cabem as mais diversas manifestações da expressão afetiva e identitária. O que agrupa também acaba por apagar. Assim, no dia 29 de agosto, é comemorado o Dia da Visibilidade Lésbica como forma de amplar a luta por direitos civis na sociedade.

Vítimas de discriminação de gênero, por serem mulheres, e de orientação sexual, por serem lésbicas, o dia 29 de agosto foi escolhido como o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, em 1995, no 1° Seminário Nacional de Lésbicas, para explicitar esta luta e promover a discussão das especificidades lésbicas tanto no movimento de mulheres como no movimento pelos direitos homossexuais.

Vale a pena lembrar que Salvador foi a primeira cidade da América Latina a proibir a discriminação por orientação sexual em sua Lei Orgânica Municipal.
A lei municipal 5.275, de 09 de setembro de 1997 instituiu penalidade à prática de discriminação em razão de opção sexual. E a lei orgânica do município, de maio de 2005, estabeleceu condições igualitárias a todas as pessoas, independentemente de sexo, cor, raça, orientação sexual. A Bahia, através da Lei estadual 5.275, de 9 de setembro de 1997, instituiu penalidade à pratica de discriminação em razão de opção sexual.
Lesbos. A palavra lésbica tem origem na ilha de Lesbos, capital de uma Ilha na Grécia, onde há mais ou menos 2.600 anos, nasceu e viveu a famosa poetisa grega chamada Safo. Os versos de Safo falavam do amor entre as mulheres e da paixão por suas companheiras. Para as lésbicas, a palavra tem origem muito bonita, com conotação de força e liberdade.

 SEMANA DA VISIBILIDADE LÉSBICA EM SALVADOR

Segunda, 29 de agosto de 2011

Café da Manhã das Lésbicas Negras e Convidadas

Articulação de Lésbicas Negras da Bahia, Rede Afro LGBT, Núcleo de Irmandade de Artes Negras – NuBIAN, Núcleo Negro do Teatro do Oprimido – NNTO e Felipa de Souza – Negras Lésbicas

A partir das 8h, no CEAO (Largo 2 de Julho)

 

Segunda, 29 de agosto de 2011

Mostra de Filmes e Conversa sobre temática Lésbica na Sociedade

A partir das 19h, no Restaurante Flor de Mandacaru (na Av. Leovigildo Filgueiras, Garcia, próximo à Praça Dr. Mário Macedo Costa)

Articulação de Lésbicas Negras da Bahia, Rede Afro LGBT, Núcleo de Irmandade de Artes Negras – NuBIAN, Núcleo Negro do Teatro do Oprimido – NNTO e Felipa de Souza – Negras Lésbicas

Veja o convite clicando aqui

Terça, 30 de agosto de 2011

XLII Vigília Feminista pelo Fim da Violência contra as Mulheres

Estação da Lapa, das 17h30 às 19h

Focalizando a Violência contra as Mulheres Lésbicas

Veja o convite clicando aqui

Quarta, 31 de agosto de 2011

Sessão Especial pelo Dia da Visibilidade Lésbica

Realização: LesBiBahia em parceria com o mandato das vereadoras Marta Rodrigues (PT) Vânia Galvão (PT)

Às 19hs, no Plenário Cosme de Farias, Câmara Municipal de Salvador

Veja o convite clicando aqui

Sábado, 3 de setembro de 2011

Festa Performática para Lésbicas

A partir das 17h, no Restaurante Flor de Mandacaru (na Av. Leovigildo Filgueiras, Garcia, próximo à Praça Dr. Mário Macedo Costa)

Articulação de Lésbicas Negras da Bahia, Rede Afro LGBT, Núcleo de Irmandade de Artes Negras – NuBIAN, Núcleo Negro do Teatro do Oprimido – NNTO e Felipa de Souza – Negras Lésbicas

Em caso de violência, quebre o silêncio e denuncie!

Procure se informar e procure ajuda!
DENÚNCIA ANÔNIMA:  71/ 3235-0000 ou 180

Central de Atendimento à Mulher