Neste sábado (2)tem saída do Ilê e blocos afros na avenida

Música, No Circuito
2 de março de 2019
por Genilson Coutinho
A noite deste sábado (02) no Circuito Osmar (Campo Grande), como já é tradição, é dedicada à passagem dos tradicionais blocos afro que enchem de cores e axé a folia soteropolitana. Desde 17h, agremiações como Bankoma, Muzenza, Malê Debalê e Ilê Aiyê abrilhantam a passarela Nelson Maleiro com a tradição afrobaiana.
 
Afrofuturisimo – Com uma rainha mais do que especial desfilando em 2019, o bloco afro Muzenza, que comemora 38 anos, desfila com o tema “Afrofuturismo” – acompanhado da rainha Josy Brasil, de 33 anos. A jovem é cadeirante e foi surpreendida durante o ensaio do bloco com o título, dividido com o rei, Siry Brasil, que há 14 anos está no posto.
“Debalê: Uma nação africana chamada Malê” é o tema do Malê Debalê, que chega diretamente do Abaeté comemorando 40 anos de história, apresentando na avenida a rainha Quênia Santos e o rei Tony Ferreira, que prometem reinar na Passarela Nelson Maleiro ao lado dos demais agremiados do bloco.
“Que Bloco é Esse?” – O refrão já conhecido é o mote do Ilê Aiyê no Carnaval 2019. O “mais belo dos belos”, como é conhecido, é uma das atrações da noite dedicada aos blocos afro na folia de Momo. Neste sábado (2), o Ilê inicia os trabalhos com a tradicional saída no Curuzu, no circuito Mãe Hilda, a partir das 21h.
A concentração começa às 20h, a partir da cerimônia religiosa presidida pela mãe de santo Hildelice Benta, ialorixá do Terreiro Ilê Axé Jitolu. Logo após a chegada no Plano Inclinado, o bloco segue para o Corredor da Vitória, onde inicia o seu primeiro desfile no circuito Osmar, às 2h.
Confira a ordem dos blocos e dos shows nos principais circuitos e bairros do Carnaval através do site www. curtacarnaval. com. br.